Início - PENEIRA FINA 27/07/2020
Cidades Peneira Fina

PENEIRA FINA 27/07/2020

Festa na casa da prefeita
Assunto das redes sociais, um vídeo gravado por catanduvense que passou em frente ao imóvel da prefeita Marta Maria do Espirito Santo Lopes, na noite de sexta-feira. O vídeo mostrava carros estacionados em frente e na lateral da casa da Chefe do Executivo. Os comentários eram de que a prefeita estaria “dando uma festa”, mesmo em período de isolamento social. Em resposta ao vídeo divulgado, a prefeitura afirmou por meio de nota: “Não havia festa no local. Era um encontro familiar com 4 ou 5 pessoas ao ar livre, dentro das regras previstas no decreto municipal – que autoriza reuniões de até 15 pessoas em ambiente aberto. A prefeita Marta, inclusive, não estava na cidade”.

Pedra maior
Quem tirar o maior número vence! Parece brincadeira de criança, mas na prefeitura foi assim que o setor de licitações definiu o pregoeiro que participará do leilão de bens inservíveis da Cindre e do Pátio de Serviços, depois de apresentarem mesmo valor para o trabalho. Para dizer que não estamos brincando, copiamos aqui parte da publicação feita no Diário Oficial de sexta-feira. “Considerando que não compareceu nenhum representante das pessoas jurídicas para participar do sorteio, sendo que foram advertidos que na ausência para cada uma das pessoas jurídicas, haveria representação por servidores da Seção de Licitação, não podendo posteriormente ser alegado ou reclamado qualquer lesão ao direito de cada uma das partes. Ficou estabelecido que a Edilaine da Silva, Servidora Pública Municipal, atuante na Seção de Cadastro de Fornecedores e Licitação, representaria a empresa HELCIO KRONBERG LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL e, Rafaela Letícia Delalíbera, Servidora Pública Municipal, atuante na Seção de Cadastro de Fornecedores e Licitação, representaria JOACIR MONZON POUEY LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL. Assim, procedeu-se com o sorteio de maior número, através da roleta, onde sagrou-se vencedora a empresa JOACIR MONZON POUEY LEILOEIRO PÚBLICO que tirou o número 33, sendo que a empresa HELCIO KRONBERG LEILOEIRO PÚBLICO OFICIAL, tirou o número 25”.

Campanha
O Instituto Unidos Pelo Brasil, formado por 21 entidades ligadas ao comércio, inicia uma campanha pela reabertura do comércio no país, especialmente nos estados onde as estatísticas provam a redução da taxa de contágio pelo novo coronavírus (COVID-19). Dados recentes da PNAD contínua mostram que o país já tem 12,9 milhões de desempregados considerando o mercado formal atingindo principalmente as famílias de baixa renda. A campanha iniciada pelo Instituto Unidos Pelo Brasil cujo slogan é “Pela Vida, Pelo Trabalho e Pela Renda”, conta com o apoio de 21 entidades e terá divulgação de peças publicitárias na TV aberta, canais a cabo e em grandes veículos de comunicação de internet e também veículos impressos.

Emergencial
O Auxílio Emergencial do Governo Federal chega aos lares dos brasileiros mais vulneráveis do país e tem impacto econômico positivo, principalmente para moradores das regiões Norte e Nordeste. Esse é um dos achados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19 realizada pelo IBGE para estimar os impactos da pandemia do novo coronavírus na saúde e no mercado de trabalho. Um aumento de 11,7% na renda (por pessoa) dos brasileiros beneficiários foi registrado em junho. No Nordeste, a ampliação foi de 23,6% e no Norte o incremento registrado foi de 26,2%.

Renda
O rendimento mensal por pessoa moradora do Norte do país era de R$ 707,35. Com o Auxílio Emergencial passou para R$ 874,28. No Nordeste, a diferença saiu de R$ 687,77 para R$ 868,29. São 60% dos domicílios da região Norte e 58,9% da região Nordeste que receberam o Auxílio Emergencial em junho. Os estados que contam com o número mais expressivo de lares contemplados são o Amapá, com 67,3%, e o Maranhão com 66,5%.

domicílios
Ao todo, o benefício federal chegou a 29,4 milhões de domicílios, ou 43% do total do Brasil, em junho. Isso retrata um aumento de mais de 4% em relação ao mês anterior (26,3 milhões). O Auxílio Emergencial, com valores de R$ 600 ou R$ 1.200, beneficia mais de 65,3 milhões de cidadãos. O investimento do Governo Federal já ultrapassa os R$ 128 bilhões. Só para a região Nordeste o valor repassado é de R$ 44,8 bilhões e para a região Norte, R$ 13,7 bi.

Nos smartphones
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai colocar no ar a nova versão do aplicativo e-Título, com mais serviços disponíveis ao eleitor. Entre as novidades, estão a possibilidade de realizar cadastro como mesário voluntário, consultar débitos com a Justiça Eleitoral e emitir guias de pagamentos. No futuro, também será possível justificar a ausência nas eleições.

Adequação
Essa atualização do app traz novidades que buscam sua adequação à Lei nº 13.709/2018, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que regulamenta a proteção de dados pessoais no Brasil, em especial, a obrigatoriedade de cadastrar senha de acesso ao documento, o que contribuirá para proteger as informações do eleitor.

download
Para fazer o download do e-Título, é necessário ter um telefone celular ou um tablet com o sistema operacional Android ou IOS, mas quem já tem o app instalado precisa apenas atualizar a versão. Desenvolvido pela Justiça Eleitoral, o documento digital oficial mais baixado do país é gratuito, substitui o título de eleitor em papel e dispensa a impressão de uma segunda via. Até agora, já foram feitos cerca de 20 milhões de downloads do app.

Só lembrando
Os profissionais da área cultural tem até o dia 10 de agosto para realizarem o cadastro na Secretaria Municipal de cultura por meio do site www.catanduva.sp.gov.br/cultura/cadastro. Para quem não tem acesso à internet, o formulário poderá ser preenchido na Estação Cultura, situada na rua Rio de Janeiro, nº 100, mediante agendamento prévio pelo telefone (17) 3531-5100.

pesquisas
As pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2020 ou aos seus pretensos candidatos devem ser previamente registradas na Justiça Eleitoral até cinco dias antes de sua divulgação, por meio do Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). A regra, que começou a valer no dia 1º de janeiro, é disciplinada pela Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.600/2019, que regulamenta os procedimentos relativos ao registro e à divulgação de pesquisas.

%d blogueiros gostam disto: