Peneira Fina

PENEIRA FINA – 26/06/2019

Clima quente
Durante a sessão ordinária da Câmara, o primeiro secretário Onofre Baraldi leu a decisão da juíza Ligia Donati Cajon favorável aos vereadores no processo movido pela prefeitura na qual alegava que os parlamentares teriam gerado um prejuízo de R$ 9 milhões aos cofres públicos, com a elaboração do projeto de lei do Refis (Parcelamento de débitos com desconto de multas e juros). A justiça entendeu que não há nada de irregular e que os vereadores fizeram o trabalho em favor da comunidade. Foi o suficiente para que vários parlamentares falassem a respeito. Nessa ação o ex-prefeito Afonso Macchione Neto solicitava que os bens dos parlamentares fossem bloqueados, além da perda dos direitos políticos dentre outros.

Cangaceiro
Nilton Cândido foi o que fez o discurso mais pesado sobre o assunto. Afirmou que a atitude do então prefeito teria sido um atentado, uma ameaça aos vereadores, situação nunca vista na história, segundo ele. “A atitude dele é de ditador de meia tigela. Tentar, mover uma ação de R$ 9 milhões. A palavra respeito não existe no dicionário de Afonso Macchione. Atitude de coronel, cangaceiro, de colocar uma espada no pescoço de cada vereador, fazendo uma ameaça através desta ação”. “Canalhice, tentou arrancar nossos bens, das nossas famílias”

“.Aprendi desde jovem que tirano bom é tirano morto, seja ele de esquerda ou de direita, e a atitude dele foi de tirano. Um verdadeiro atentado contra o estado democrático de direito. Ele nunca leu a constituição em que fala que os poderes tem de ser harmônico, tem de se respeitar. Ele é digno de pena”,
Nilton Cândido.

Aparando arestas?
A prefeita Marta do Espírito Santo Lopes esteve em São Paulo e se reuniu com o secretário de desenvolvimento regional Marco Vinholi – filho de Geraldo Vinholi, adversário político mais ferrenho de Macchione. O objetivo da chefe do Executivo foi o de buscar recursos para o recapeamento asfáltico, mas o que chamou mais atenção foi definitivamente esse contato com Vinholi. Coisa que na época de Macchione, talvez nem aconteceria.

Elogiaram
Bastou essa reunião ser divulgada para que o meio político fervilhasse em Catanduva. “Isso sim é política com P maiúsculo”, disse um vereador durante sessão da Câmara sobre o assunto. Fato é que para defender os interesses da cidade, qualquer prefeito não pode enxergar o outro somente como adversário. No caso de Marco Vinholi, hoje ele representa uma secretaria importante no governo do Estado e, nada mais que certo, buscar o contato e trazer melhorias para Catanduva, cidade que ele conhece muito bem e esteve à frente de pasta quando o pai foi prefeito.

Sincronização
Como anda o trabalho de sincronização dos semáforos de Catanduva? Há moradores que questionam se o melhoramento feito por novos equipamentos realmente esta ativada. Alguns afirmam não terem notado nenhuma diferença. Com a palavra a STU.

Explicou
O vereador e presidente da Câmara de Catanduva, Luis Pereira, ocupou a tribuna para explicar o projeto de lei elaborado sobre a adequação dos ramais de água e esgoto. Pereira afirmou ainda que reviu a proposta e deve alterá-la. Foi lido um projeto de minha autoria, as pessoas que leram ou que receberam mensagens, as vezes não são as pessoas que diretamente sofreram por corte de água. Quem sabe dar valor a essa lei são as pessoas que estão diretamente desligadas de agua e esgoto. De certa maneira, comentários foram bons. Nosso artigo primeiro tem uma modificação. Mudamos pra dizer que não serão todos, mas sim os ramais de água e esgoto que esteja com fornecimento cortado”.

Trégua
O vereador afirmou ainda que pretende dialogar com a Superintendência de Água e Esgoto e solicitar uma trégua. “Para que se a pessoa estiver com a água cortada, na hora do religue não exigir o padrão novo, uma trégua de um ano para que a pessoa consiga se organizar e, só depois, fazer a troca.

Meio Ambiente
O Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMMA) convocou seus membros para a reunião ordinária que será realizada amanhã, dia 27, às 8h30 na secretaria de meio ambiente. Na pauta, por solicitação do Conselheiro Caio Martani, alterações da Lei do Conselho: inclusão de novos membros. Por solicitação do Conselheiro Caio Martani, divulgação da Lei IPTU VERDE. Por solicitação da Conselheira Mariana Cândido, Criação de um centro de tratamento de animais silvestres.

“É que nem um time de futebol. Tem de mudar, por favor, mexe no time. Se continuar com esse time, você vai dançar um flamingo e um tango sem querer”.
Amarildo Davoli para a prefeita Marta do Espírito Santo Lopes

Online
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) implantou desde 1º de junho de 2019 o sistema de requerimento online de certidões de responsabilidade da Secretaria-Diretoria Geral, de acordo com o artigo 212, item II, alínea “e” do Regimento Interno da Corte de Contas Paulista. De acordo com o Comunicado nº 16/2019, expedido pela Secretaria-Diretoria Geral, e no Diário Oficial do Estado, apesar da implantação, a ferramenta ainda passará por fase de testes durante 30 dias – o que significa que o protocolo pode ser feito por meio físico neste período.

Da Redação