Peneira Fina

PENEIRA FINA 19-12-2018

Sobre a briga
A deputada Beth Sahão comentou sobre a briga entre os Poderes Executivo e Legislativo de Catanduva. “Na política você precisa ter habilidade, capacidade de diálogo, nós aqui, somos de oposição, nunca tivemos um governo do Partido dos Trabalhadores e a gente sempre dialogou, fazemos oposição, votamos contrários nas matérias que vão ferir os interesses da população. Na política é importante o mínimo de respeito, que você busca alternativas importantes. Aí (em Catanduva) eu não vejo esse esforço e precisaria ter. Infelizmente não há. Quem perde com isso é sempre o povo, que não consegue resolver porque não tem ferramenta. Há momentos na política que você precisa avançar, mas há momentos que precisa recuar. Temos de tentar não impedir que as coisas andem. Eu sou deputada, não posso de maneira nenhuma, interferir numa realidade que não é a minha. Espero que eles possam chegar a um denominador comum. Sinceramente eu acompanho muito pela imprensa e só tenho a lamentar, acho que uma falta de diálogo que acaba prejudicando a população”.

Recursos
Ao ser questionada sobre como anda o relacionamento com o prefeito, Beth afirmou: “Eu não vou beneficiar o prefeito, vou beneficiar a população, aliás esse prefeito não está merecendo. Neste momento mesmo, a população está deixando de ter transporte coletivo, fruto de uma briga que quem sai perdendo é o cidadão, então não é para ele que vou dedicar e enviar recursos para a população. Se você fizer uma retrospectiva, em nenhum momento deixei de enviar recursos, meu compromisso não é com a, b, ou c, mas sim com as cidades, especialmente pessoas que precisam dos recursos, entidades, social, saúde, na área de infraestrutura”.

Esperança
A prefeitura divulgou ontem a convocação para empresas interessadas na concessão do transporte coletivo de forma emergencial. Esperamos que haja empresas participantes e que apresentem propostas que sejam compatíveis com que a população pagava pelo transporte.

Mobiliários
O coordenador de infraestrutura e serviços escolares, Julinho Ramos, falou sobre os investimentos em mobiliários em Catanduva. “Em Catanduva, não foi diferente. Investimos mais de R$ 200 mil em novos itens e mobiliários que foram distribuídos para as 10 escolas estaduais da cidade. Além de lousa e conjunto do aluno, também entregamos geladeira, mesas de refeitório e até cadeira para auditório. Em todo o estado, foram mais de 2.500 unidades atendidas e mais de 150 mil itens distribuídos”.

Faça o que eu falo,
mas não o que faço
A prefeitura de Catanduva teve uma moto apreendida dos agentes fiscalizadores de trânsito. Em operação da PM, um dos veículos usados para aplicação de multas de trânsito estava irregular. Estaria, segundo informações, com documentação supostamente atrasada e lacre da placa violado.

Em Resposta
A prefeitura parabenizou a ação da Polícia Militar. Afirmou que se encontrou irregularidade tem de agir. E que irá apurar o ocorrido e verificar as responsabilidades.

Recapeamento
A prefeitura de Catanduva realizou ontem um recapeamento asfáltico em trecho central da cidade. Resultado: trânsito impedido e caos em horário de pico. O prefeito Afonso Macchione Neto divulgou a obra realizada. “Estamos com uma frente de trabalho recapeando a avenida São Domingos, entre as ruas Pará e Amazonas. O serviço visa nivelar o pavimento, após serviços executados pela Saec. Os reparos vão proporcionar melhores condições e mais segurança aos motoristas nesse trecho, que tem fluxo intenso de veículos”.

Sempre é bom
O trabalho de melhorar as qualidades das vias públicas é necessário, porém, a prefeitura poderia rever alguns horários para não atrapalhar tanto, ainda mais nessa época em que o movimento é ainda maior na área central.

ICMS
O governo do Estado de São Paulo depositou na terça-feira, 18/12, R$ 360,12 milhões em repasses de ICMS para os 645 municípios paulistas. O depósito feito pela Secretaria da Fazenda é referente ao montante arrecadado no período de 10/12 a 14/12. Os valores correspondem a 25% da arrecadação do imposto, que são distribuídos às administrações municipais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM) definido para cada cidade. Os municípios já haviam recebido R$ 502,41 milhões no repasse anterior, realizado em 11/12, relativo à arrecadação do período de 03/12 a 07/12. Com os depósitos efetuados ontem, o valor acumulado distribuído às prefeituras em dezembro sobe para R$ 862,53 milhões.

Da Redação

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar