Peneira Fina

PENEIRA FINA 16-05-2018

Assine

Agora é funcionar!
Teve até carreata para comemorar a chegada do acelerador linear, aparelho usado no tratamento de radioterapia, do Hospital do Câncer de Catanduva (HCC). A batalha agora continua para que o equipamento seja colocado em funcionamento e de fato esteja a serviço do cidadão que enfrenta a doença e hoje precisa viajar para se tratar. A expectativa, se tudo der certo, é de que o aparelho esteja em funcionamento até o final deste ano. Vale lembrar que é justamente em 2018 que é celebrado o centenário da chegada do Padre Albino a cidade. Até mesmo o presidente da Diretoria Administrativa da Fundação Padre Albino, José Carlos Rodrigues Amarante, acredita que tenha tido uma mãozinha do Padre para que o aparelho enfim chegasse a cidade neste ano.

Falta cair na conta
Além da parte de instalação e treinamento de pessoal, licenças dos órgãos competentes, para que o setor de radioterapia do HCC funcione ainda falta dinheiro. São R$ 2 milhões que já estariam liberados pelo Governo do Estado, mas que ainda não estariam disponíveis para a Fundação Padre Albino. O dinheiro deve ser usado para equipar o prédio e ligar a ala ao Hospital Emílio Carlos. “Segundo informações que tivemos recentemente, deverá ser creditado nos próximos dias, assim esperamos, e vai coincidir com a chegada do acelerador”, informou Amarante.

Ação dos políticos
Ressaltando que a FPA é apartidária, o presidente da Diretoria Administrativa da Fundação Padre Albino citou a importância da atuação de políticos na busca por recursos desde o ano de 2010. Ele citou os deputados estaduais Beth Sahão (PT), Marco Antônio Scarasatti Vinholi (PSDB), o deputado federal Sinval Malheiros Pinto Júnior (Podemos), além do ex-deputado estadual Geraldo Antônio Vinholi (PSDB). “Temos muito a agradecer a todas as lideranças políticas de Catanduva. A gente agradece isso e não vamos negar nunca”, disse Amarante.

Por falar neles
E por falar nos políticos, nenhum deles marcou presença na coletiva de imprensa da Fundação Padre Albino. Apesar disso, fizeram questão de abordar a conquista da cidade em postagens nas redes sociais. A deputada Beth Sahão produziu até mesmo vídeo para falar sobre a chegada do aparelho. Sinval Malheiros montou material com a imagem dele e do aparelho chamando o povo para a passeata.

O velho problema
Amarante também reconheceu, quando questionado por O Regional, que o velho fantasma da defasagem da Tabela do SUS deve assombrar também o atendimento do HCC. Ele garantiu, entretanto, que a FPA está preparada. “Sem ajuda da população dificilmente nós conseguiríamos dar conta disso, assim como outros hospitais oncológicos. O que a Fundação fez foi apertar o botão de lançamento da campanha ‘Abrace o HCC’, a partir daí isso não terá mais fim. Hoje estamos lutando para implantar o Hospital do Câncer, mas, uma vez implantado, começam os verdadeiros problemas”, considerou.

“Li nesta coluna que a futura ex-deputada Beth Sahão reclama do Alckmin que se desdobra para se safar de denúncias graves. Estranho o comportamento de uma petista socialista comunista cuja sigla tem um enorme telhado de vidro. O próximo presidente será Álvaro Dias ou Jair Bolsonaro, portanto, Senhora Beth, não se promova. Perdeu uma grande oportunidade de guardar silencio. PT nunca mais”,
– JOSÉ Luiz Ferreira, contabilista e poeta.

Registrou
O vereador Wilson Aparecido Anastácio (PT), o Paraná, registrou nas redes sociais um dos incêndios em vegetação também flagrados pela reportagem na quinta-feira da semana passada. O vereador destacou a atuação rápida do Corpo de Bombeiros que controlou o fogo na Avenida Francisco de Lima Machado, mas também lembrou que atear fogo é crime.

A desejar
O vereador Benedito Alexandre Pereira (DEN), o Ditinho Muleta, usou parte do seu tempo no ‘Pinga Fogo’ da sessão de terça-feira, dia 15, para reclamar dos uniformes escolares que segundo ele deixaram a desejar. O vereador, parte da bancada de oposição ao Governo, não poupou críticas a administração do prefeito Afonso Macchione Neto(PSB).

Falando nele
Macchione volta a Brasília hoje com uma pauta antiga: o novo traçado da linha férrea. Questionado pela reportagem o prefeito não titubeou em admitir que vai pra Capital Federal com o chapéu na mão. Ele admite a dificuldade em conseguir no Governo Federal mais de R$ 160 milhões, mas afirma que mantém a expectativa.

Já era tempo!
Já era tempo de algum Governo asfaltar a Rua Uruguaiana e da Avenida Regente Feijó, nos bairros Parque Glória 3 e Pedro Nechar, respectivamente. As fotos evidenciam que os locais nem pareciam pertencer a área urbana. O Governo afirma que as obras devem começar neste mês.

Da Redação



Assine O Regional

Digital Mensal
R$19,90 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso (Sáb e Dom)
R$41,70 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$65,90 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo