Peneira Fina

PENEIRA FINA 12-12-2018

Novo presidente
Luís Pereira foi eleito o presidente da Câmara para o biênio 2019/2020. O novo chefe do legislativo agradeceu a oportunidade e afirmou que terá rigor para gerenciar a Casa de Leis. O próprio eleito afirmou que houve uma conversa entre todos os vereadores, houve até mesmo, indicação do nome dele, de catanduvense que passou por alguns mandatos pela Câmara e garantiu transparência e que andará com todos os compromissos da Casa “numa pasta” para ter em mãos como justificar todos os atos do Legislativo. Apesar de Pereira afirmar que não fez nenhum contato com o prefeito Afonso Macchione Neto, o prefeito deve respirar aliviado, numa tentativa de diminuir o desgaste entre a Câmara e Prefeitura.

Não gostou
E teve quem se colocou como candidato que não gostou do resultado da eleição, citou voto de cabresto e indicou outro parlamentar aleatório para liderar a Casa de Leis. Pereira em seu discurso agradeceu até mesmo aqueles que não concordaram com seu nome para ser o presidente.

Explicação
O presidente da Fundação Padre Albino, José Carlos Rodrigues Amarante foi até a Câmara para prestar contas dos trabalhos prestados principalmente no atendimento ao SUS. Amarante falou sobre o déficit financeiro e os custos dos atendimentos que são muito maiores do que o que é repassado pelos governos. Um dos dados apresentados pelo presidente da Fundação foi a quantidade de consultas ambulatoriais realizadas. Neste ano até o momento foram 81 mil atendimentos.

Perdeu de novo
E o Executivo mais uma vez perdeu a votação em projetos elaborados. Desta vez até mesmo proposta da Saec, recebeu pedido de vistas. O argumento é que a Saec deveria ter o dinheiro – sem remanejar – para o pagamento da empresa de coleta de lixo, inserida também na proposta que pretende pagar o dissídio dos servidores da autarquia de 2015.

Bateram o pé
Amarildo Davoli e Cidimar Porto defenderam o projeto. Davoli citou que não tem relação com o superávit e que esse valor nada mais é que tirar de um setor da autarquia e passar para outro. Nem assim foi aprovado. Recebeu o pedido de vistas e deverá ser votado – se a prefeitura mandar novos projetos – na sexta-feira, quando extraordinária será realizada.

Vai mandar?
Com o pedido de vistas aprovados, será que a Prefeitura e a Saec irão mandar novo projeto para desmembrar o valor a ser pago para empresa de lixo e o valor para o pagamento do dissidio dos servidores da Saec?

Se não votarem
Se não aprovarem o projeto volta à aquela mesma discussão. “A culpa é dos vereadores que não aprovaram o projeto para o pagamento dos servidores da autarquia. Alguém duvida que esse será o discurso?”.

Visita
Julinho Ramos, coordenador da Cise, do Governo do Estado, visitou o presidente da Câmara, Aristides Jacinto Bruschi na última segunda-feira. O registro foi feito pela assessoria de comunicação do legislativo, com direito a foto dos dois conversando no gabinete.

Presença
Durante sessão ordinária da Câmara os conselheiros municipais de saúde participaram. Além da presença do Amarante para cobrar os vereadores sobre o projeto de lei que reduz a jornada de trabalho dos médicos.

Mais Médicos
O balanço do edital de convocação do Mais Médicos para aqueles que possuem registro no Brasil aponta que mais da metade (53%) dos profissionais já se apresentaram nos municípios escolhidos. Até às 11 horas de segunda-feira (10/12), 4.507 médicos compareceram ou iniciaram as atividades nas localidades. Os profissionais têm até esta sexta-feira (14/12) para apresentação nas cidades selecionadas e o começo da atuação deve ser estabelecido junto ao gestor local.

Agradecimento
O Vereador Ditinho Muleta aproveitou as explicações pessoais para agradecer 2018. Relembrou sobre todos os servidores, os vereadores e deixou um recado para o prefeito Afonso Macchione Neto.

Da Redação

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar