Peneira Fina

PENEIRA FINA – 11/09/2019

Pacto

O promotor André Luiz Nogueira da Cunha esteve na Prefeitura e também na Câmara para buscar apoio em firmar um pacto contra a corrupção. O representante do Legislativo quer que ocorram menos falhas administrativas e, desta forma, reduzindo também, processos de improbidade. Nas palavras de Cunha separar o que realmente é corrupção do que é falha, quer seja técnica ou por falta de conhecimento dos setores. Boa iniciativa do promotor, mas fato é que o Executivo e o Legislativo, seja aqui ou em qualquer outra cidade, seja no Estado ou no Brasil, deveria ter o real conhecimento para justamente não errar na hora de abrir licitação, de fazer uma contratação ou de criar uma despesa com o dinheiro público.

 

Ampliação

A ampliação de instituição de ensino no Nova Catanduva foi tema de comentário do vereador Cidimar Porto na tribuna da Câmara, durante o pinga fogo. Porto lembrou que o Nova Catanduva possui muitos estudantes que são transportados para a escola Santos Aguiar e, a ampliação deve atender essa demanda, proporcionando mais comodidade aos alunos.

 

Estar do lado

Já tentando convencer os parlamentares de que logo chegam projetos da prefeita em busca de economicidade, Porto também argumentou sobre a entrevista da prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes e sobre o valor para o pagamento dos atrasados no cartão alimentação dos servidores. “tem esperança de que ela consiga saldar o atrasado do cartão alimentação e eu creio que nós vereadores temos de estar ao lado dela para que isso aconteça. Para que o funcionário possa ter um final de ano mais agradável”, disse.

 

Aceita críticas

Wilson Paraná ocupou a tribuna e trouxe diversos assuntos. Um deles, utilizou a fala da prefeita sobre aceitar críticas e procurar melhorar e falou sobre o dissídio. “Quando foi perguntado do dissídio, ela disse que precisa que os funcionários façam pressão na Câmara para aprovar o pacote do dissídio. Neste “modus operandi” é o Afonso falando, não é sua cara. Eu não cederei à pressão. Interessa que seja pago o dissídio, sim. Mas a população não deve pagar o preço”, disse.

 

CAOS

O Vereador Gaúcho ocupou a Tribuna para falar que Catanduva está um caos. Que há tempos recebe reclamações sobre iluminação pública e que em “cada dez postes, quatro estão sem lâmpadas” Disse que há três equipes trabalhando, mas que elas não estão conseguindo atender a demanda. O parlamentar também solicitou que lombadas sejam implantadas na cidade para reduzir a velocidade dos condutores.

 

Homenagem

Os advogados e integrantes da Secretaria de Negócios Juridicos da Câmara de Catanduva recebeu uma homenagem dos vereadores durante a sessão ordinária de ontem.

 

Cidadão Catanduvense

A Câmara de Catanduva estuda a possibilidade de aproveitar a vinda do governador João Doria no dia 14 para fazer a cerimonia de entrega do Título de Cidadão Catanduvense a ele. A Casa de Leis está em contato com o setor de cerimonial do governo do Estado para saber se é possível.

 

Pindorama

O Governador João Doria deve participar também, no dia 14, de inauguração do Centro de Convivência do Idoso de Pindorama, na rua Vereador Carlos Camargo Lourenço, 307, às 12 horas.

 

Exonerada

Adriana Bellini Bonjovani que deixou recentemente a secretaria de planejamento da prefeitura, deixará também o cargo em comissão de diretor do departamento de planejamento. A exoneração foi publicada ontem no Diário Oficial do Município e cita como sendo a pedido.

 

Alojamento

A prefeitura de Catanduva dá andamento a contratação de empresa para a reforma do alojamento de cabos e soldados do Posto de Bombeiros de Catanduva. Duas empresas foram habilitadas na licitação que agora entra em fase de recurso. O período para manifestações é até o dia 17 de setembro.

 

Minha casa

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) repassou, nesta terça-feira (10), mais R$ 100 milhões para o Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O aporte contemplará a Faixa 1 do Programa, que atende famílias com renda mensal de até R$ 1.800. Outra medida para alavancar o MCMV foi a publicação, hoje, em edição extra do Diário Oficial da União, da portaria n. 2.151, que autoriza novos financiamentos para as Faixas 1,5 e 2. O montante faz parte do compromisso assumido pelo Governo Federal para regularizar o fluxo de pagamentos para as obras em execução. Atualmente, 234 mil unidades habitacionais estão em andamento no País. Na última semana (4), o MDR repassou R$ 443 milhões à Caixa Econômica Federal – operadora do Programa. Neste mês de setembro, o aporte federal para o MCMC foi de R$ 543 milhões.

 

Campanha

O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, participa nesta quarta-feira (11), em Brasília (DF), de videoconferência com as Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Na ocasião será lançada campanha publicitária de Combate ao mosquito Aedes aegypti, além de novos dados epidemiológicos de dengue, zika e chikungunya. O evento será transmitido, ao vivo, pelas redes sociais do Ministério da Saúde: Facebook, Twitter, Portal (saude.gov.br) e WebRádio Saúde.