Peneira Fina

PENEIRA FINA – 11/01/2019

Assine

Transporte
O transporte coletivo em Catanduva com suas polêmicas vai continuar. Desta vez, além dos veículos quebrarem ou pararem por falta de combustível, na primeira semana de trabalho, a empresa já vai parar por um dia. A justificativa é para regularizar a situação dos ônibus. Então ameniza um pouco a situação, mas de qualquer forma, a empresa deveria estar ciente de que ônibus quebram e que precisaria repor essas unidades com problemas e sem parar o atendimento a população. Acho que quase nunca se viu o transporte ser suspenso, em qualquer dia, independentemente de ser domingo, dia útil ou feriado, por conta de intempéries ocorridas sob responsabilidade da concessionária.

Repercussão
A pesquisa feita por O Regional sobre o endereço da empresa contratada teve repercussão. Alguns catanduvenses compartilharam a informação sobre o endereço da viação responsável pelo transporte coletivo. Ao que parece, informação não confirmada, a Tambaú já estaria com novo endereço. Mas o que consta em sua ficha cadastral é de uma oficina mecânica.

Telefone
E nós também tentamos ligar para o telefone que consta nas documentações da empresa. Não obtivemos sucesso em falar com a empresa. Na ligação a pessoa informou que o telefone já foi da Tambaú, mas não é mais.

Reunião
O prefeito Afonso Macchione Neto se manifestou sobre a situação dos ônibus e divulgou a reunião realizada, que já publicamos nesta coluna. “Bom dia. Chamamos a Tambaú para uma reunião ontem, terceiro dia do contrato emergencial, para falar sobre os problemas vistos nesse início de operação. Os representantes da empresa relataram contratempos que tiraram ônibus de circulação, mas afirmaram que tomaram providências para que tudo se normalize. Assinamos uma ata, notificamos a empresa e ficaremos de olho para tomar as medidas necessárias em caso de irregularidades”.

Mais importante
O Chefe do Legislativo também divulgou as obras realizadas de galerias de águas pluviais e pelo visto demonstrou orgulho do que tem sido feito. “Começou mais uma importante obra em Catanduva: a implantação de galerias pluviais, que dão melhor vazão às águas de chuva, na rua Altair, nas proximidades com a avenida José Nelson Machado. O ponto é considerado bastante crítico em dias de forte chuva. Por conta da intervenção, o trânsito ficará impedido entre a avenida e a rua Tietê”, disse Macchione em publicação de quarta-feira nas redes sociais.

Internado
O vereador Ditinho Muleta passou por alguns problemas de saúde e está internado. Ontem, mandou mensagens para os seus contatos, informando que já está melhor e quem em breve deixará o hospital. Agradeceu o carinho recebido e a compreensão. Ao parlamentar estimas de melhoras.

Limpeza
O prefeito também divulgou a limpeza de rios e córregos. “Começamos o ano já com a limpeza de rios e córregos da cidade. O trabalho tem início no córrego Fundo, na avenida Daniel Soubhia, entre as ruas Antônio Girol e Marília. O desassoreamento é essencial para prevenir enchentes. Também vamos iniciar uma importante obra para Catanduva em abril: a canalização do São Domingos”.

Fiscalização
Durante o exercício de 2018, 432 municípios paulistas tiveram suas contas municipais fiscalizadas com visitas quadrimestrais por parte dos fiscais do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) para validar informações sobre a execução contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do ano corrente. O número corresponde a 67% das cidades auditadas pela Corte de Contas. O avanço na quantidade de cidades que receberam a análise in loco das equipes de fiscalização representa um acréscimo de 33% em relação aos 324 municípios selecionados em 2017, tendo ficado a cargo de cada Conselheiro a relatoria de 72 processos de contas municipais. A meta é incluir, até 2020, os 644 municípios jurisdicionados no novo modelo de fiscalização.

Aumento
Em 2017, ao alcançar 324 municipalidades, a Corte atingiu mais da metade (50,3%) do total de municípios. No ano passado, 67% das cidades do Estado de São Paulo foram auditadas pelo TCESP. A expectativa é que até 2020, todas as 644 prefeituras integrem a fiscalização quadrimestral. “Essa avaliação é de grande aproveitamento dos gestores que conduzem a administração pública. Se forem detectadas irregularidades e, posteriormente, as correções não forem feitas, isso trará consequências ao gestor, é claro, mas essa não é a motivação do Tribunal. O nosso intuito é permitir que esses desvios sejam corrigidos”, explicou o Conselheiro-Presidente Renato Martins Costa.

Enfim
E enfim começaram as obras de acessibilidade do Fórum de Catanduva. Foi um ano de espera, por questões burocráticas para que o elevador pudesse ser colocado no Poder Judiciário de Catanduva. Mas logo logo estará em funcionamento.

Da Redação




Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo