Peneira Fina

PENEIRA FINA – 10/04/2019

Assine

Discussão
Como tem sido praticamente de praxe, a votação para possível afastamento do vereador Cidimar Porto da comissão processante que investiga infração político administrativa do prefeito Afonso Macchione Neto gerou discussão. Acusações e até mesmo bate-boca ocorreram durante a votação que terminou no pedido de vistas para Porto apresentar defesa. A maior discussão partiu de Amarildo Davoli e Wilson Paraná. “Lava a boca para falar meu nome”, disse Paraná. E retrucou “vocês são muito sorrateiros”.

Amarildo
Davoli voltou a falar dos vereadores de Catanduva. “Tem vereador que nem lê o projeto vota apenas como mandam que vote. Aqui tem de tudo. Inclu­si­ve aqueles que acham que mandam em tudo”, disse o parlamentar na tribuna.

Mesma moeda
Wilson Paraná afirmou que seria a favor do pedido de vistas, mesmo Cidi­mar Porto tendo sido favorável, em outra ocasião a abertura de comissão processante para apurar condutas do petista. “Não vamos pagar na mesma moeda. Vamos dar o direito de defesa, mesmo em outras situações, nós não termos tido essa oportunidade”.

Ganhar tempo
Na discussão do pedido de vistas, o vereador Antônio Altamir Ferreira, Gaú­cho, alegou que Cidimar Porto quer fazer a defesa para ganhar tempo. “Já sabemos o que ele irá alegar na defesa. Está mesmo é querendo ganhar tem­po no processo”.

Panos quentes
Dentre os vereadores, Nilton Cândido foi o mais contido. Tentou amenizar a situação. “Precisamos estabelecer o respeito entre nós vereadores. Res­peitar quem pensa de forma diferente. Todos têm o direito de pensar dife­rente”.

A partir de agora
Cidimar Porto tem agora sete dias para apresentar a defesa e encaminhar a comissão de ética e decoro parlamentar. O documento deverá ser lido e também analisado pelos parlamentares na próxima sessão. Porto enfatizou que em outros processos não houve defesa da mesma forma que o pedido dele, porque os participantes não teriam solicitado.

Foi embora
Os vereadores de Catanduva esperaram pelo diretor da Via Sol – Luiz Gustavo Herszkowicz na sessão de ontem, mas ele foi embora antes de ser chamado para prestar esclarecimentos sobre os serviços prestados na cidade. O motivo é que como mora em Araraquara, não queria voltar muito tarde para casa e pegar estrada, até pela idade do representante. Um novo convite será feito, inclusive foi analisada a possibilidade dos vereadores falarem com ele fora da casa de leis em outra situação.

Convocação
Na edição de segunda-feira do Imprensa Oficial consta a convocação urgente das pessoas que integram o programa do Cadastro Único BPC e não realizaram o cadastramento. “O cadastramento é obrigatório e o não comparecimento para a realização do mesmo acarretará na interrupção do benefício. Você deverá comparecer até 25/04/2019 ao local mais próximo de sua residência para agendar com urgência a realização do cadastro único (CadÚnico). Este cadastro se faz necessário para continuar rece­ben­do o BPC. É obrigatório levar comprovante de residência e CPF”, consta.

Luto
O “fotógrafo dos presidentes” como Gervásio Baptista era conhecido foi velado na manhã de ontem (9) em Brasília. Os adjetivos para classificar o fotojornalista foram inúmeros. Ele foi o responsável por registros de Juscelino Kubitschek, Tancredo Neves, José Sarney, Che Guevara, além das revoluções Cubana e dos Cravos (Portugal), a Guerra do Vietnã e vá­rios concursos de beleza. Gervário tinha 95 anos e morreu na última sexta-feira (6).

Pela metade
O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou ontem que o atual go­ver­no pretende reduzir pela metade o preço do gás de cozinha do país em um período de dois anos. Para chegar a esse resultado, Guedes disse que é necessário quebrar o monopólio do refino e da distribuição.

Novidade
As Unidades Básicas de Saúde (UBS) que ampliarem horário de aten­dimento receberão mais recursos do Governo Federal. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta terça-feira, durante a Marcha dos Prefeitos, em Brasília. A medida prevê que a população tenha acesso aos serviços básicos, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, testes de rastreamento para ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), recém-nascidos e gestantes, aplicação de vacinas, consultas pré-natal, entre outros procedimentos, durante os três turnos. Será que teremos uma iniciativa dessas em Catanduva?

Repasses
O governo do Estado de São Paulo transferiu ontem (9), R$ 530,47 milhões em repasses de ICMS para os 645 municípios paulistas. O depósito feito pela Secretaria da Fazenda e Planejamento é referente ao montante arre­cadado no período de 1º a 5 de abril. Os valores correspondem a 25% da arre­cadação do imposto, que são distribuídos às administrações muni­ci­pais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM) definido para cada cidade.

Da Redação