Peneira Fina

PENEIRA FINA – 09/01/2019

Assine

Clima de paz e amor
2019 começou com a previsão de que haja um maior entendimento entre os Poderes Legislativo e Executivo. Na verdade, pelo menos busca-se uma tentativa. Não que os vereadores tenham de aprovar tudo o que o Executivo encaminhe, mas que pelo menos não façam vistas grossas a projetos que precisam ser aprovados e que o prefeito Afonso Macchione Neto seja mais tolerante e ouça as opções apresentadas pelos parlamentares.

Dissídio
Uma das cartas na manga de Macchione para aprovação do projeto de lei que trata sobre o IPTU de novos loteamentos é relacionar ao pagamento do dissídio dos servidores municipais de 2015. Nesse mesmo molde, a Câmara aprovou no ano passado a suplementação da Saec para o pagamento dos funcionários da autarquia.

Justificando
O prefeito aproveitou a participação da imprensa e de todos os funcionários do Legislativo para falar sobre os propósitos e justificar medidas tomadas. “Minha maior preocupação neste momento, porque a organização da cidade avançamos um pouco, é manter remédio, merenda, cidade limpa e organizada. Eventualmente tem de ser um pouco enérgico senão degringola, não temos grandes expectativas de obras faraônicas, mas eu gosto de fazer infraestrutura, estamos fazendo um monte de galerias pluviais, já está licitada na Altair, na Vila Engrácia, na Monguagá”.

Marco
O vereador Luis Pereira considerou um marco a presença do prefeito Afonso Macchione Neto. “Não sei quanto tempo que o prefeito não pisa na câmara, mas é um marco. Já paira um clima de expectativa de mudança. Essa expectativa paira de uma maneira positiva”.

Oposição
Apenas Onofre Baraldi e Amarildo Davoli estiveram presentes na reunião. Pereira justificou. “A ausência de vereadores é porque estamos num processo de recesso, então é natural que as pessoas não estejam aqui. Mas os que estão aqui presentes estão cientes dessa harmonia, quando nós aceitamos a eleição, todos sabiam que haveria essa forma de agir e de tornar harmonioso o nosso convívio”.

Prometeu
Macchione por sua vez prometeu mais diálogo e ser mais maleável. “Muito bom voltar a Câmara. Vai ser uma situação que vai se repetir com muita constância, quero estar bastante presente, trocando informações, nos reunindo para buscar o melhor”.

Meio século
O prefeito também comentou sobre o tempo em que convive com Luis Pereira. “Meio século de convívio muito constante, estudamos juntos, enfim, temos uma história e não é a política que vai nos separar, certamente teremos um bom relacionamento administrativo, uma pessoa muito dócil, um comportamento de apaziguar a situação, vai me ajudar e vai me aconselhar. Então estaremos abertos a essas possibilidades”.

Sobre recursos estaduais
Pereira e Macchione também foram questionados sobre a possibilidade recursos do governo do Estado, principalmente, voltado a secretaria que ocupa Marco Vinholi, adversário político de Macchione. “Embora tenha tido esse antagonismo, uma das cidades que ele (Marco) faz questão e destinar recursos é para Catanduva. Já se demonstrou favorável, sabemos que houve um corte de todas as verbas que foram doadas no governo anterior, confio no Marco, nos orgulhamos da posição que ele ocupa, se eu tivesse ficado omisso, eu não poderia reivindicar. Tudo que foi possível eu fiz, fizemos um trabalho direto, então se a gente for lá reivindicar vamos de cabeça erguida”.

Pane seca
Durante toda a tarde de ontem, informações foram divulgadas sobre problemas mecânicos e pane seca (falta de óleo diesel) nos ônibus de transporte coletivo pela empresa Tambaú. Vereadores foram até o terminal urbano. Polícia Militar e Guarda Civil foram acionadas. Secretário de Trânsito também esteve presente.

Quebrados
Alguns catanduvenses relataram que ônibus quebraram durante o período do percurso. Em resposta a prefeitura afirmou: “A Prefeitura de Catanduva está monitorando o início do trabalho da Tambaú, que está apenas no seu segundo dia de operação. Por tratar-se de contrato emergencial, o que torna possível o uso de ônibus com mais tempo de uso, alguns contratempos são aceitáveis. Apesar disso, a empresa será notificada caso qualquer irregularidade seja constatada”.

Ipva
Nesta quarta-feira, vence o prazo para o pagamento integral, com desconto de 3%, ou do parcelamento em três vezes do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2019 para os veículos com final de placa 1. Os contribuintes devem ficar atentos às datas de vencimento para aproveitar o abatimento e regularizar o imposto. A quitação pode ser de três maneiras: à vista com desconto de 3% (janeiro); à vista sem desconto (fevereiro) ou em três parcelas, de janeiro a março, de acordo com a data de vencimento da placa. Para efetuar o pagamento, basta se dirigir a uma agência bancária credenciada com o número do RENAVAM (Registro Nacional de Veículo Automotor), e realizar o recolhimento do IPVA 2018.




Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo