Peneira Fina

PENEIRA FINA – 08/01/2019

Convênio
Recentemente divulgamos que o Governo do Estado de São teria assinado convênio para recapeamento asfáltico em Catanduva no valor de R$ 150 mil. Na ocasião, tínhamos informações apenas da assinatura do convênio por parte da Secretaria de Desenvolvimento Regional, publicado no Diário Oficial do Estado. Ontem recebemos a informação da prefeitura das ruas que serão contempladas com esse recurso. Tratam-se das ruas Ilheus e Acre, no São Francisco, num total de 4.331,60 metros cúbicos de asfalto.

Notificação
O prefeito Afonso Macchione Neto determinou que a Secretaria Municipal de Saúde notifique a Associação Mahatma Gandhi, organização responsável pela cogestão da UPA. A medida toma como base denúncias veiculadas nas redes sociais sobre o atendimento prestado na unidade, com relatos sobre a morosidade dos serviços. O objetivo é que a entidade verifique e corrija eventuais falhas, cumpra o estabelecido em contrato e, desta forma, melhore o atendimento à população. Macchione determinou ainda que a Guarda Civil Municipal (GCM) faça diligências periódicas na UPA, em dias e horários alternados, priorizando horário noturno e madrugadas, para verificar o cumprimento de escalas de plantão, movimento, tempo de espera, entre outros quesitos. O trabalho já teve início na segunda-feira, dia 6. Os relatórios de ocorrências serão enviados ao Gabinete para acompanhamento. O espaço segue aberto para que a organização social Mahatma Gandhi se manifeste a respeito das denúncias realizadas.

Demanda
Um dos motivos para a demora no atendimento, se ele ocorre, é também a grande demanda que a UPA absorve. Está mais que na hora de Catanduva ter uma outra unidade de pronto atendimento, assim como estava nos planos de Marta Maria do Espírito Santo Lopes. Que por sinal, chegou a ser discutido em reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (Comdu). O tema pode ser visto na Ata de reunião do conselho publicada na edição de ontem do Diário oficial do Município.

Canalização
O conselho também aprovou a utilização de recursos do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano para a realização de ciclovias e a instalação de gradil no trecho da avenida São Domingos, que recebe a canalização. Essa informação também pode ser acessada na ata do conselho.

Recurso
A licitação para a execução da ciclovia na avenida São Domingos também já foi aberta. A análise de documentações habilitou a empresa Coplan, a mesma que realiza a canalização do rio. Agora, foi aberto o prazo recursal de 5 dias, passado esse período, a comissão de licitação deverá analisar a proposta de preço. Segundo a ata do Comdu, a estimativa é de R$ 176 mil para a realização das ciclovias.

Suspensa
A recomendação do promotor Andre Luiz Nogueira da Cunha com pedido de exoneração dos servidores ocupantes de cargos comissionados na Câmara de Catanduva segue suspensa. Uma recomendação foi enviada pelo promotor em novembro do ano passado e a Câmara recorreu da deliberação ao Conselho Superior do Ministério Público e alega recurso em análise pelo Supremo Tribunal Federal. Cunha pedia a demissão de dois assessores jurídicos, dois assessores legislativos de informática, um coordenador de informática, um secretário de negócios jurídicos e 26 assessores parlamentares .

Dengue
A deputada Beth Sahão comentou sobre a situação de dengue em Catanduva. “Tenho acompanhado, com enorme preocupação, o avanço da dengue em Catanduva, situação que se mostra desesperadora. São centenas e centenas de casos que surgem a todo momento, ainda mais nesta época de calor e chuvas, com a cidade tomada pelo mato e pelo lixo. É certo que a população deve fazer a sua parte no combate ao mosquito transmissor. Mas seria fundamental que o poder público arregaçasse as mangas, neste momento crítico, a fim de evitar que a epidemia atinja proporções trágicas, como as vistas em 2015”.

Roçagem
A Prefeitura encaminhou nota de esclarecimento sobre informações veiculadas ontem sobre a empresa que ofertou menor valor para a licitação de roçada em áreas públicas. “A Prefeitura de Catanduva esclarece que os processos licitatórios seguem a legislação nacional quanto à verificação da situação legal das licitantes. No caso da TZ Comércio e Prestadora de Serviços Ltda.-ME, em pesquisa feita no início da Tomada de Preços 15/2019, foi confirmado que a empresa não está suspensa de licitar, tampouco declarada inidônea por nenhum ente da federação. Com relação à dívida existente com a Prefeitura, refere-se a licitação anterior em que, apesar de ser vencedora, ela desistiu de executar o serviço – foi feita a rescisão contratual e aplicada a multa. Esse fato, entretanto, não está entre as situações proibitivas para que a empresa participe de nova licitação e até seja declarada vencedora da mesma. No processo em discussão, o prazo recursal das propostas apresentadas pelas licitantes se encerra na próxima segunda-feira, dia 13 de janeiro”.

Empresas
O levantamento “Agenda 2020”, realizado pelo quarto ano pela Deloitte, traz as perspectivas para um cenário mais positivo para os negócios em 2020 de 1.377 empresas que, juntas, faturam o equivalente à metade da riqueza gerada no País, totalizando R﹩ 3,5 trilhões em receita no último ano. Estado de São Paulo, com 57% de empreendedores participantes da pesquisa, é a região que mais pretende adquirir outras empresas em 2020 caso o cenário econômico se mostre positivo, investimento apontado por 42% desse total. Nas mesmas condições, 78% do empresariado local também pretende ampliar ou criar ações de Pesquisa & Desenvolvimento.

Da Redação