Peneira Fina

PENEIRA FINA – 06/02/2019

Assine

Derrota esmagadora
Se o prefeito Afonso Macchione Neto achava que com a presidência de Luís Pereira a situação na aprovação de projetos seria mais fácil, vai esbarrar em mais uma derrota. Isso porque todas as comissões permanentes, desde as principais – em que todos os projetos precisam de pareceres – até as menos utilizadas, como Ética e Decoro Parlamentar, serão compostas por vereadores da oposição. Até o ano passado, as comissões mantinham integrantes tanto que apoiam as ações do governo, quanto aqueles que desaprovam. Cidimar Porto, Nilton Cândido, Amarildo Davoli que participavam anteriormente de comissões, neste ano não emplacaram votos para conseguir uma vaga. Apesar da derrota esmagadora do governo, o que se espera é que os vereadores, mesmo sendo de oposição, emitam pareceres para o bem da cidade, independentemente de partido político, favorável a coisas necessárias, desfavorável a situações que prejudiquem a coletividade.

Até tentaram
Cidimar Porto em suas votações tentou emplacar seu nome e o nome de colegas da situação em algumas comissões, mas sem sucesso. Em algumas delas, apenas ele indicou o próprio nome, por exemplo.

Falando em Cidimar
O vereador teve uma sentença favorável a ele em ação contra um morador de Catanduva. A Justiça determinou, em primeira instância, que o réu retire adesivos considerados ofensivos, contra o parlamentar sob pena de pagamento de multa diária de R$ 500,00, que exclua todas as publicações nas redes sociais sobre os mesmos temas, também sujeito a multa e que pague a título de indenização R$ 9.540,00 por dano moral.

Tambaú
A prefeitura de Catanduva publicou ontem no Diário Oficial do Município a suspensão da possibilidade da empresa Tambaú de participar de licitações e outros contratos em Catanduva por dois anos. A penalidade se refere ao cancelamento do contrato firmado emergencialmente para o transporte coletivo que a administração afirma que não foi cumprido pela empresa.

Contrato
Também no diário oficial foi publicado o contrato firmado com a Via Sol, empresa do Grupo Paraty de Araraquara. O contrato deverá entrar em vigor a partir do dia 14 de fevereiro, três dias depois das aulas municipais terem início.

Recape
A prefeitura divulgou: “Dando continuidade às obras de recape, as equipes seguem pela rua Resende, no Colina do Sol. Neste contrato, está prevista a recuperação de 59 ruas em 20 bairros da cidade. Pelo cronograma, os próximos bairros contemplados são Vila Jorge e Santo Antônio”.

Ao vereador Gaúcho
“Li sobre a sua recomendação ao prefeito para colocar radares em avenidas para coibir excessos de velocidade. Senhor vereador, sugiro que elabore um projeto de lei para multar transeuntes e motoristas que emporcalham a cidade jogando lixo na via pública. Faça também uma lei para punir alguns imbecis que atravessam ruas e avenidas acessando o celular pondo em risco a própria vida. Recomendo ainda que encabece uma proposta para reduzir o numero de vereadores, o município não precisa de treze, nove bastariam. É preciso diminuir o custo Brasil. O povo precisa de bons exemplos da classe politica, precisa de emprego, tudo o que não temos. Já não basta o alto custo dos pedágios? Ora, ora!”, José Luiz Ferreira – contabilista e poeta.

Sem recursos
O governador João Doria determinou o corte de convênios elaborado no governo de Márcio França para área da cidade. O maior corte foi para o Hospital do Câncer de Barretos, num total de R$ 5 milhões. Para a região, perderam recursos as prefeituras de Elisiário (R$ 50 mil), Irapuã (R$ 100 mil), Itajobi (R$ 100 mil) e Novais (R$ 50 mil). Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que fez um estudo detalhado de convênios firmados no governo anterior e identificou que o limite orçamentário não foi respeitado.

Redução
O governador João Doria anunciou na terça-feira (5/2) a redução da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o combustível de aviação em São Paulo. A alíquota, que hoje é de 25%, cairá para 12% e vai baratear o custo operacional das empresas aéreas. Em contrapartida, em até 180 dias, o setor vai criar 70 novos voos em 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. O corte na alíquota que incide sobre o querosene de aviação comercializado em São Paulo é reivindicação antiga das companhias aéreas. Segundo estudos do setor, o preço do combustível representa em torno de 32% do custo operacional total das empresas. Com a redução, a expectativa é incrementar o número de voos que partem dos terminais paulistas e aumentar o total de destinos regionais e nacionais.

Da Redação



Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo