Peneira Fina

PENEIRA FINA 05/04/2020

Mudanças para atender
A Unidade de Pronto Atendimento de Catanduva também passa por mudanças para se preparar para atendimentos de possíveis casos suspeitos de coronavírus. Uma das “portas de entrada” dos pacientes com síndrome gripal, assim como unidades de saúde, a UPA se reorganizou e preparou um espaço separado dos demais atendimentos para evitar possível contágio do novo coronavírus. Além disso, ficará a disposição uma equipe específica para esses pacientes com sintomas respiratórios.

Segundo caso
Enquanto isso, Catanduva registra o segundo caso positivo de Covid-19. Uma mulher, que teve contato com o filho morador da capital paulista e que esteve em Catanduva. O filho também está internado, mas em São Paulo, com mesmos sintomas.

Não é brincadeira
Voltamos a dizer que a situação do coronavírus não é brincadeira. É muito difícil as pessoas que estão com o vírus encubado saberem que estão contaminadas e acabam ainda tendo contato com outras pessoas. E isso vai ocorrendo em cadeia, logo, inicia-se a transmissão comunitária. É um inimigo invisível e muitas pessoas são assintomáticas. Precisamos nos prevenir da melhor maneira possível, sempre.

Nota
O Governo de São Paulo cancelou na tarde deste sábado (4) a medida que permitia o funcionamento de escritórios de advocacia e de contabilidade em todo o estado. Os escritórios poderão funcionar virtualmente, mantendo o seu atendimento aos seus clientes, segundo informou o governo por meio de nota.

Em Mirassol
Já são quatro casos confirmados do novo coronavírus. O último é de um paciente de 57 anos, que pertence ao grupo de risco, por ser fumante, ter diabetes e problemas de pressão. Em Rio Preto, dados da secretaria de saúde de sexta-feira indicavam para 30 casos confirmados. Privados
Diante das dificuldades de suprir adequadamente o sistema de saúde na pandemia do Covid-19, a Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp) promoveu uma videoconferência com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), José Antonio Dias Toffoli. O objetivo foi solicitar uma intervenção imediata do STF para evitar os abusos de autoridade na requisição de materiais essenciais para a assistência à saúde, para evitar que por falta de equipamentos de proteção individual profissionais sejam contaminados e afastados do trabalho e o atendimento a pacientes seja impactado por falta de equipamentos, de insumos hospitalares e de ventilação e monitoramento.

Aplicativo
O Governo Federal lança na próxima terça-feira (07.04) um aplicativo para os trabalhadores sem cadastro nos programas sociais inserirem seus dados e se candidatarem a receber o auxílio emergencial de R$ 600. O benefício foi disponibilizado para garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia do Covid-19 (novo coronavírus).

Para quem
O aplicativo servirá para o Ministério da Cidadania identificar os trabalhadores informais, os microempreendedores individuais (MEI) e os contribuintes individuais do INSS que se enquadram na lei e têm direito ao pagamento emergencial durante três meses.

Estimou
O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, estimou em até 20 milhões de trabalhadores fora da base de dados governamental. “Nós todos nos damos conta da dimensão que esse auxílio tem para a vida das pessoas em um cenário no qual a economia foi travada. Somente no Cadastro Único, temos 75 milhões de pessoas. São 65 milhões de CPFs conhecidos, o que dá 28 milhões de famílias. Se pensarmos que fora desse universo temos entre 15 e 20 milhões de pessoas que não têm registro em nenhuma base de dados do governo, vemos o tamanho do esforço que estamos fazendo”, detalhou Lorenzoni.

Mudei sim
O vereador Ivan Bernardi informou à reportagem de O Regional, que aproveitou o período de janela partidária e que agora integra o PRTB em Catanduva.

No domingo
Pela primeira vez, pelo menos em muitos anos, não víamos ser realizada uma sessão extraordinária da Câmara no domingo. Mas o pedido da prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes, para o regime de urgência e aprovação do projeto – que por meio dele – recursos dos governos federal e estadual poderão ser utilizados, foi atendimento pelo presidente da Câmara. Serão mais de R$ 1,2 milhão para o enfrentamento ao novo coronavírus e sabemos que não haverá rejeição a essa proposta.

Não vão implantar?
Apesar de não aberta ao público, a sessão extra da Câmara vai ocorrer de forma presencial dos parlamentares na sala das sessões Whashington Luís. Não será utilizado o formato de vídeo conferência como tem sido organizado por Legislativos do país.

Projeto
O Projeto de Lei 1258/20 criminaliza a divulgação de notícias falsas (fake news) durante período de calamidade pública, estado de defesa ou de sítio e intervenção. Pela proposta, a pena para quem divulgar notícias falsas, capazes de gerar tumulto ou pânico, é de reclusão.