Peneira Fina

PENEIRA FINA – 05/02/2019

Assine

É preciso desenhar
Em nota de esclarecimento encaminhada pelo setor de comunicação da prefeitura, o tom já não é mais dos amigáveis. Pelo contrário. A ad­­­­­mi­­­nistração fez críticas ferrenhas ao vereador Aristides Jacinto Bruschi, sobre comentários realizados das obras de galerias pluviais. “O vereador Aristides Jacinto Bruschi, o Enfermeiro Ari, não costuma interpretar bem as coisas, tampouco discernir entre o que é bom ou não para Catanduva. Isso ficou demonstrado em inúmeras votações e po­sicionamentos seus, nos dois anos em que presidiu a Câmara e tan­­­­to prejudicou os catanduvenses, tornando-se, inclusive, o grande res­­ponsável pela atual situação no transporte coletivo. A dificuldade de interpretação dos fatos volta a ficar explícita em sequência de vídeos postados por ele recheados de críticas à Prefeitura com relação à implantação de galerias pluviais na rua Altair. Mesmo após explicações explícitas e didáticas da administração, ele insiste em afirmar bobagens”.

É preciso desenhar I
E complementou: “Ao vereador Ari, é preciso desenhar. Caso contrário, ele não entenderá que as obras às quais direciona suas críticas ainda estão em andamento e que, por se tratar de implantação de tubos embaixo do pavimento, estão sujeitas a danos causados pelas chuvas, durante sua realização. É um risco a enfrentar. O asfalto danificado pelas chuvas, nos dois locais, é provisório e colocado justamente para preservar as galerias recém-instaladas. Isso porque as bocas de lobo e caixas de captação não estão em funcionamento, pois sequer estão ligadas aos córregos. De novo, Enfermeiro Ari: a obra está em andamento!”.

Lei do menor esforço
“Talvez, na mente do vereador, fosse melhor não fazer obra alguma e deixar tudo como estava. É a lei do menor esforço. Mas a Prefeitura de Catanduva prefere fazer obras, ainda que elas possam causar transtornos aos moradores durante a sua realização ou até impedir o acesso temporário às residências.
O importante é que, finalizadas as obras, o problema que castigou os moradores da rua Altair por mais de 30 anos será solucionado: as novas galerias reduzirão as enxurradas e inundações na Altair e na av. José Nelson Machado. O trecho alvo da intervenção será todo recapeado, sinalizado e entregue à comunidade”.

Ok, vamos cobrar
Apesar da nota da prefeitura, da obra estar em andamento, a promessa de que as novas galerias reduzirão as enxurradas e inundações da Altair e avenida serão cobradas. Assim que tudo estiver pronto e em funcionamento, veremos se, de fato, a obra atendeu ao proposto.

Emporcalhar
E Ari rebateu. Com um título não muito diferente da administração. “é preciso emporcalhar?”. “O prefeito Afonso tenta atribuir a mim qualidades que são suas, como exemplo, a percepção de que a cidade precisa gastar mais de doze milhões de reais concretando um pequeno trecho de rio, que segundo video ele declara “*cosmetica*” a obra, do que oferecer saúde, educação e transporte dignos para os catanduvense. E o que podemos falar dos dois anos de administração do Afonso? A cidade está um caos: sem transporte adequado, sem aulas, crianças passando frio sem agasalhos, professores municipais aos quais é negado um prato de comida, indice brethau 5 vezes acima do adequado, teatro parado, rodoviaria uma bagunça… Acorda Afonso (SIC)”.

Sem sair
E complementou: “ Essa metodologia na rua Altair está impedindo pessoas de sair de casa com carro, destruindo calçadas e colocando em risco a integridade das construções e das pessoas que ali transitam, emporcalhando a rua a cada chuva que cai, além de que qualquer engenheiro recém formado sabe que nesse período chuvoso não se faz esse tipo de obra. Sugiro que faça como eu, tire a bunda da cadeira e vai ver como a cidade está abandonada. Você questiona a minha percepção, mas questiono você sobre sua honestidade para com seus eleitores. Existem vários vídeos com suas promessas de campanha, mas vou citar uma só: o pagamento do dissídio 2015 como prioridade. Tenho orgulho do meu trabalho como vereador, e não vou me calar porque você tentou me processar…e perdeu, ficou contrariado? Vai soltar notas explicando o inexplicável? Ou vai desenhar para a população indignada com sua péssima gestão e sua arrogância? Repito: Afonso, você não vai me calar!”

Visita
O presidente da Câmara Municipal de Catanduva, Luis Pereira, recebeu em seu gabinete, a visita do ex-deputado federal, Sinval Malheiros. No encontro, o ex-deputado debateu ideias e elencou alguns possíveis projetos de interesse de Catanduva, que poderão ser desenvolvidos na cidade, no intuito de propagar o desenvolvimento e a retomada do crescimento da economia local.

Beth e Brumadinho
Ao comentar sobre o projeto da Rumo em Catanduva, que pretendia derrubar o viaduto da rua Sete de Setembro e interditar a rua XV de Novembro, a deputada Beth Sahão faz um paralelo com a tragédia ocorrida em Brumadinho, com o rompimento da barragem da Vale que ocasionou centenas de mortes. Na avaliação dela, quando governos priorizam os interesses das grandes empresas em detrimento da população, abrem espaço para que a coletividade seja prejudicada de forma irreparável.

Recape
O prefeito Afonso Macchione Neto falou sobre a retomada do recapeamento asfáltico em bairros de Catanduva. “Hoje retomamos o recape da rua Teresópolis, no Colina do Sol. Essa frente de trabalho faz parte de um dos contratos que temos em vigência, no valor de R$ 2,6 milhões, para melhorar as condições de vias, em vários bairros da cidade. Outras 50 ruas vão passar por manutenção no pavimento”.

Da Redação



Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo