Peneira Fina

PENEIRA FINA – 02/02/2020

Movimento
Ontem foi o primeiro dia de postos de saúde abertos para atender exclusivamente pacientes com sintomas de dengue. Pelo menos na unidade de saúde do centro, onde funciona o Centro de Especialidades Médicas (CEM) pela manhã, o movimento foi intenso. As cadeiras da sala de espera que costumam ficar praticamente vazias durante os dias de semana estavam lotadas. Macas tomaram espaço do saguão da unidade. A quantidade de pessoas foi reduzido com o passar das outras. Às 15 horas, poucas pessoas ainda permaneciam na unidade para fazer a hidratação. A reportagem não acompanhou o movimento nos outros dois postos de saúde.

Cenário
Este final de semana deverá servir para análise da Secretaria Municipal de Saúde sobre uma possível abertura de Hospital da Dengue. Se as unidades derem conta de suportar toda a demanda do final de semana, praticamente, o atendimento deve continuar como está hoje.

Só aumenta
E chegou ontem a informação – ainda não confirmada – de que mais uma pessoa pode ter morrido em decorrência da dengue. O caso deverá ser comunicado como suspeito, no início da semana que vem.

Calmo também
Bem diferente do que foi visto em anos anteriores. Foi assim o primeiro dia de inscrições das oficinas culturais. Em anos anteriores, filas se formavam para garantir as vagas nos cursos desejados. Ontem, por volta do meio dia, o cenário era de Estação Cultura vazia. Sem correria ou pessoas aguardando na fila.

Tem mais
E hoje é o último dia de inscrições. Por ser domingo, talvez o movimento seja ainda maior. Balanço sobre vagas remanescentes deve ser divulgado na semana que vem.

Processo administrativo
O prefeito Afonso Macchione Neto abriu processo administrativo disciplinar para apurar responsabilidade de um cirurgião dentista da rede pública que teria se ausentado durante horário de expediente e deixado de atender pacientes agendados no ano passado. A comissão que atuará no processo também foi designada.

E teve mais
E esse é apenas um de uma lista de processos administrativos instaurados pela administração. Outro deles apura conduta de uma diretora de escola, que estaria agindo “de forma inapropriada para o cargo que exerce”.

Exoneração
O prefeito Afonso Macchione Neto também exonerou o diretor superintendente da Funerária Municipal De Catanduva, Juliano Moreira Nassar. A portaria foi publicada na edição de sexta-feira do Diário oficial do Município. Para o cargo no qual destituiu Nassar, nomeou Ricardo Ricardi.

Gerenciador
O secretário de Desenvolvimento e Relações do Trabalho, Fábio Manzano, teve a portaria para ocupação do cargo de gerenciador municipal de Desenvolvimento Empresarial revogada. O mesmo vale para Beatriz Trigo que ocupada o cargo de gerenciadora de turismo.

Mas calma
Mas os dois nomes não saíram da lista de cargos comissionados. Pelo contrário, foi apenas uma troca. Manzano responde pelo cargo de gerenciador de Turismo e Beatriz Trigo, que é gerenciadora de habitação, responde pelo cargo de gerenciador de Desenvolvimento empresarial.

Bolsa Família
A comissão mista responsável pela análise da MP 898/19, que estabelece o pagamento de 13º aos beneficiários do Bolsa Família, reúne-se na terça-feira (4) para votar o relatório do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O texto original, do governo, criou o abono natalino apenas para o ano passado. Além de transformar o 13º em benefício anual, Randolfe Rodrigues propõe no parecer — que será votado no plenário 3 da ala Alexandre Costa, no Senado, a partir das 14h30 — a extensão do 13º para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago a pessoas com deficiência e a idosos acima de 65 anos.

MP
A Medida Provisória 920/20 abre um crédito extraordinário de R$ 892 milhões para atender os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, afetados pelas fortes chuvas neste ano. O texto foi publicado nesta sexta-feira (31), no Diário Oficial da União. Os recursos serão utilizados para restabelecer serviços essenciais à população e reconstruir infraestrutura danificada. O auxílio emergencial será disponibilizado aos estados e municípios pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

Da Redação