Início - PENEIRA FINA 01/05/2021
Peneira Fina

PENEIRA FINA 01/05/2021

Divulgação

ARTHUR GODOY
Ontem (30) a Polícia Civil de São Paulo, delegados, amigos e amigas do 3° Distrito Policial – Campos Elíseos na Capital se reuniram para fazer uma de despedida do Jornalista Arthur Godoy Junior que trabalhava ali como escrivão. Presentes na Cerimônia, Adriana Ikeda irmã do Jornalista e a filha Alexandra Godoy ouviram relatos de pessoas que foram ajudadas pelo colega de trabalho. O delegado enfatizou o trabalho de Arthur como jornalista atuante na região de Catanduva e chegou citar seu último podcast gravado todas as madrugadas que era disparado as 6h em ponto pelo Whatsapp. No Arquivo, Godoy falou sobre as responsabilidades e contra os negacionistas da Covid-19. O ato terminou com toda equipe soltando balões brancos ao som das sirenes das viaturas presentes.
GASA E O MINISTÉRIO PÚBLICO
Conforme divulgamos anteriormente em matéria de “O Regional”. As denúncias formuladas contra membros do GASA foram arquivadas pelo Ministério Público. Segundo a Promotoria de Justiça de Catanduva não foi identificada nenhuma irregularidade no trabalho desenvolvido na entidade. O Promotor Dr. André Luiz Nogueira da Cunha decidiu pelo indeferimento da representação efetuada por ex-funcionária do GASA. A decisão foi com serenidade, pois sempre acreditaram que a Justiça mostraria a verdade. A entidade não tem nada a esconder e continuará cumprindo com seu papel na sociedade.

MAIS DO GASA
Fundadora do GASA, a assistente social Mileide Portapila,“a Mila” responsável técnica do GASA, a mais de 30 anos na entidade, por ocasião das denuncias infundadas, esta foi demitida pela atual diretoria que precipitadamente a dispensou. Em se pautando pela “verdade e justiça”, tal ruptura é injusta para com a técnica. Em uma época, final dos anos 80, quando as pessoas temiam dar um simples abraço em um aidético, Mila aparece mostrando que o preconceito com estes pacientes não tinha razão de ser e que poderiam levar uma vida absolutamente normal em sociedade tendo o carinho de amigos e familiares, assim iniciando a entidade por nome GASA (Grupo de Apoio e Solidariedade Ao Paciente Com Aids).Uma história bonita com final triste, em uma sociedade amadurecida, erros graves que precisam ser revistos.

BAR FECHADO
O Núcleo de Fiscalização de Combate à Covid-19 lacrou um bar por desrespeito às regras da pandemia, na tarde de ontem sexta-feira (30). A ação envolveu a GCM (Guarda Civil Municipal) de Catanduva e a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária. Em entrevista, o Comandante da GCM Claudio Pereira disse que medida foi tomada, devido às consecutivas ocorrências registradas no estabelecimento localizado à Rua Cuiabá, no centro da cidade.

BAR FECHADO II
Segundo informações, a Vigilância Sanitária já havia visitado advertido e multado o estabelecimento inúmeras vezes desde o início dos decretos em março de 2020. Mais recentemente, no final de semana, denúncias levaram a fiscalização a constatar aglomeração no local, condição que afronta as regras do decreto municipal nº 7.989/2021, que estende a Fase Vermelha do Plano São Paulo de Flexibilização. Apesar do histórico de autuações, os prazos dos trâmites processuais foram levados em conta antes da interdição. Diante da ocorrência, o Núcleo de Fiscalização alerta que o monitoramento tem sido permanente para preservar o efetivo cumprimento das regras e, com isso, evitar o avanço do contágio do novo vírus.

ANIVERSÁRIO DA ONDAS VERDES FM
No ultimo dia 21 de abril a Rádio Ondas Verdes FM completou 35 anos no ar operando em 92,7 MHz. A primeira 100% sertaneja em Catanduva, segue fiel ao estilo que agrada a maioria da região onde as questões do agro-negócio e a proximidade com sítios e fazendas ainda são latentes. A toda equipe, os apresentadores da manhã, Rogério Marcelino e Mara Gabas, da tarde, Marquinhos Guery-Guery, Fernando Junior e da Noite Carlos Bertin e Fábio César, as diretoras a Prof. Marly Magatti Ferreira e Lara Ferreira Agudo Romão, nossos parabéns.

COVID DECAINDO
O Estado de São Paulo encerra o mês de abril com uma redução de 29,8% no número de pessoas internadas pela COVID-19 em relação ao final de março. Nesta sexta-feira (30), são 21.869 pacientes hospitalizados no estado, sendo 10.216 em unidades de terapia intensiva e 11.653 em enfermaria. O número representa 9.306 internações a menos se comparado ao último dia de março (31), que atingiu 31.175 internações nessa data. Desde o início da pandemia, houve 2.903.709 casos e 96.191 óbitos. Entre o total de casos, 2.552.653 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 296.730 foram internados e receberam alta hospitalar.

COVID DECAINDO II
A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 79,1% e na Grande São Paulo é de 77,3%. Os dados referentes à pandemia estão disponíveis no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus. Está prorrogada a Fase de Transição do Plano São Paulo até 9 de maio, adotada diante da reversão da tendência de crescimento das internações. No entanto é fundamental que, mesmo com a redução dos índices, a população mantenha as medidas de distanciamento, uso de máscaras e higiene das mãos.