Opinião

NOVA TRENTO E A “VELHA” CATANDUVA

Assine

Nova Trento é um pequeno município catarinense com pouco mais de 13 mil habitantes. Com uma infraestrutura, em todos os aspectos, bastante tímida, tem no turismo religioso sua principal atividade econômica.

O aniversário do município é em 8 de agosto, mesmo dia do Padroeiro catanduvense, São Domingos de Gusmão e a cidade escolhida por abrigar a italiana Amabile Lúcia Visintainer, hoje nacionalmente conhecida como Santa Madre Paulina, primeira canonização realizada no Brasil.

Com um vasto calendário anual de atividades relacionadas à religiosidade, Nova Trento atrai peregrinos de todo o Brasil. Aqui de Catanduva são várias as pessoas que, motivadas pela fé, viajam para Nova Trento em busca de milagres ou somente para agradecer pelas graças concedidas por Deus, intermediadas pela Santa, segundo a fé católica.

Além do feriado anual no mês de agosto, temos outro ponto em comum com Nova Trento, a beatificação de Padre Albino, que em breve tornar-se-á mais um venerável santo católico. Sua história, milagres e obras reúnem condições suficientes para transformar Catanduva num polo turístico religioso. Soma-se a isso as obras de Benedito Calixto, museu e as inúmeras igrejas que podem se tornar pequenos depositários de relíquias ou fragmentos da passagem de Padre Albino entre nós.

Entidades como a Sociedade Italiana, Espanhola, Nipônica e tantas outras, podem também incrementar esse rol visitação contando suas próprias histórias e, se possível, vínculos com nosso religioso. Há muito a se fazer.

Todas as religiões são importantes, assim como a religião católica e sua história. Não se trata de privilegiar um determinado credo, mas tão somente uma oportunidade em somar para a economia catanduvense, aproveitando um nicho de mercado que favorecerá de forma especial o comércio, restaurantes, lanchonetes, rede hoteleira e de serviços como um todo.

O turismo religioso é um dos maiores dentro do segmento no Brasil. Em 2014, 7,7 milhões de viagens domésticas foram realizados no Brasil relacionadas à fé. Para comparação, é o mesmo número de viagens domésticas feitas em 2012 em todo o Uruguai.

Em tempos de crise, a criatividade se faz imprescindível. Foi assim em toda a história e sempre será. São nos momentos de dificuldade que se revelaram os maiores inventores e empreendedores do mundo.

Certamente não almejamos nenhum Albert Einstein, Thomas Edson ou Henry Ford na gestão catanduvense, mas se observarmos as histórias de sucesso e implementá-las em nossa realidade, poderemos aumentar a renda do catanduvense, consequentemente a arrecadação do município, sem a necessidade de novas taxas e tributos, aumento de impostos e, por vezes, corte de investimentos.

Que Nova Trento inspire-nos, para que possamos fazer “Nova” a “Velha Catanduva”.

Gleison Begalli
Professor do Colégio São Mateus,Presidente do Clube de Xadrez, Cursilhista e Rotariano

*ARTIGOS ASSINADOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DO JORNAL O REGIONAL

Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo