Opinião

CADA CABEÇA UMA SENTENÇA

Assine

Somos todos seres humanos e, como tal, temos consciência do nosso livre arbítrio que nos dá a plena liberdade de escolher o que é certo e o que é errado, isto é, nossas qualidades e nossos defeitos. Por isso, uns preferem trilhar pelos caminhos sinuosos da vida, enquanto outros procuram somente fazer o bem.
Somos, portanto, imperfeitos, temos qualidades e temos defeitos. Tomara a Deus que nossas boas qualidades suplantem, em muito, os nossos defeitos. Tudo isso precisava ser dito para reafirmar que é difícil a unanimidade de pensamento das pessoas. Cada pessoa pensa de um jeito e muito tem a ver com sua educação familiar. É preciso, entretanto, externar seu ponto de vista, sem nunca desrespeitar o direito de outrem discordar de você.
Nós votamos no atual Prefeito Municipal e não nos arrependemos por isso, apesar de reconhecer que a administração pública municipal estar ruim das pernas, como está acontecendo com muitos municípios brasileiros e também muitos Estados.
Tudo isso é, sem dúvidas, fruto da enorme crise financeira que assola o nosso País e faz com que muitos operários brasileiros percam seus empregos. O desemprego é o pior vilão que desacredita toda e qualquer administração pública.
Nós sabemos muito bem o que é administrar um município sem dinheiro da arrecadação. No nosso tempo de Prefeito Municipal de Catanduva, lá pelos anos de 1970, os nossos vereadores exerciam suas funções legislativas por puro patriotismo, pois não recebiam qualquer remuneração do erário municipal.
Nós também como Prefeito Municipal não recebíamos ordenado correspondente, para não onerar os cofres municipais, uma vez que optamos por receber do Estado de São Paulo, como engenheiro concursado que éramos.
Felizmente conhecemos bem nosso excelentíssimo Prefeito Municipal e não é demais salientar que se trata de uma pessoa de extraordinário caráter, padrão ético e com muita bagagem profissional. Tem se empenhado patrioticamente para o sucesso da sua administração, de maneira invejável e com rara inteligência, sempre e acima de tudo, visando o bem-estar de toda população.
Necessário se faz que se exclua da administração pública esses linchamentos morais injustificáveis.
Ser Prefeito Municipal nesta atual conjectura de extrema crise financeira não é nenhum prêmio, é um tamanho encargo.
É preciso que se deixe o Prefeito fazer o seu trabalho como ele sabe e sente, responsável que é e pode até ajudar o País a sair dessa terrível crise. Sabemos das atuais limitações que fazem com que muitas e boas obras deixaram de ser executadas.
Um dos maiores problemas que a atual Administração Pública do Município teve que enfrentar nestes tempos tenebrosos foi, sem dúvidas alguma, a infelicidade de ver a empresa que explorava o transurbano da cidade deixar de executar seus encargos, por discordância do valor da tarifa a ser cobrada dos usuários. Isso trouxe um caos a paz da nossa cidade. O que fazer para o trabalhador que depende do transporte público para se deslocar de sua residência até seu local de trabalho?
Essa gente que não possui veículo próprio não poderia ficar a pé. Solução urgente precisava e devia ser tomada. Foi uma atitude corajosa que a Administração tomou.
Com as férias escolares, os ônibus que transportam os alunos para as escolas estavam parados. Esses veículos foram postos à disposição dos usuários do transporte público e sem cobrança de qualquer tarifa. Foi, sem dúvidas, uma solução precária e temporária que ajudou e muito uma grande parcela da nossa população. Essa solução altruísta da Administração Pública teve um alcance social enorme e evitou que algum operário catanduvense viesse engrossar a já enorme cadeia de desempregados do País.
Ao terminarmos esse nosso escrito, que não tem outro intento se não procurar agir com honestidade e dar vazão ao nosso espirito de cidadania, que sempre nos norteou.
Aos que pensam de outra maneira, nossas antecipadas desculpas.
Que São Domingos, padroeiro de nossa cidade, juntamente com nosso Santo nato, o Monsenhor Albino Alves da Cunha e Silva, intercedam por nós para nos livrar de todo mal e, principalmente, da brutal crise econômica, do cruel desemprego, da violência desenfreada que assola o País e travam o nosso desenvolvimento.
Que Deus, Todo Poderoso, na Sua infinita misericórdia, derrame Suas Santas Bênçãos e Suas Santas Proteções, sobre a população brasileira e, principalmente, sobre nosso Alcaide para que ele governe nosso município com respeito, amor e carinho, e faça-nos sorrir novamente como um povo feliz que sempre fomos.

Engº João Righini
Ex-Prefeito

*ARTIGOS ASSINADOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DO JORNAL O REGIONAL