Início - À VEREADORA TAISE BRAZ
Opinião

À VEREADORA TAISE BRAZ

Como se vê você fez a sua escolha, petista de carteirinha que se soma a outros tão iguais como do PSOL, CIDADANIA, PC do B, PDT, PMN, PSB, PV formando uma egrégora disposta ao mando e domínio. Neste período de exacerbação política e cultural, agendada pelo Supremo Tribunal Federal, todas as elites trevosas restantes põem em prática o seu ativismo. Você vereadora, faz parte destas estruturas trevosas, e que na ânsia de projetar-se sequer tem noção, tanto quanto a maioria dos demais integrantes, da colheita que terá num futuro próximo quando o seu prazo de validade expirar no contexto físico. Defender Lula e o seu séquito comunista é desconhecer os benefícios da ética, da liberdade e do sentimento pátrio. Leia o livro, O PARTIDO de Robison Pinheiro, e terá noção do envolvimento do homem de Garanhuns e assessores próximos, tipo José Dirceu e Fernando Henrique Cardoso, com espíritos terrivelmente trevosos inclinados ao mal, ao domínio, à manipulação mental da humanidade. Tudo pelo poder. Isto é um fato. Numa visão cósmica (eu tenho insistido nesta abertura porque se faz necessária) na nossa galáxia centenas de raças alienígenas humanas, humanoides e demais linhagens perpetuam o mesmo objetivo. Para compreender a progressão do mal disposto a vencer o bem é necessário conhecimento, para então iniciar a compreensão do Todo. O Todo é o Criador e cada ser é uma partícula Dele em evolução. Eis o paradoxo. Pelo exposto na coluna Peneira Fina deste jornal, fica explicitado que você está compromissada também com PSOL e, por obrigação, apresenta na Câmara projetos inócuos como: dia da visibilidade lésbica, dia da luta contra a homofobia, dia municipal de luta contra o encarceramento da juventude negra. Por incrível que pareça é de sua autoria o projeto “dossiê da mulher catanduvense” que prevê identificar como mulher pessoas do sexo masculino como transgêneros e transexuais. Saiba prezada vereadora que todos nós colhemos das semeaduras de vidas passadas, portanto, a alma em cujas existências passadas prevaleceu o feminino e nesta existência está em corpo masculino, colhe pelos abusos cometidos, embora não se lembre. O corpo é masculino, mas a alma vibra no feminino. Igualmente quem, no masculino muito errou contra a mulher, sofre agora em corpo feminino. A alma vibra no masculino em corpo feminino. Os exemplos, em sua maioria, comprovam. Há casos com pertinências diferentes. Aprendam sobre o carma e vivam melhor. Esforcem-se e na próxima reencarnação estarão livres desse inconveniente desajuste. Eu, se fosse homossexual, não estaria promovendo este comportamento que tantos têm. Cada individualidade sofre no quesito que mais burlou. Falemos agora da cor da pele, da sua que, ao que parece, não é tão negra e por quais razões nesta existência? Parece-me que você é uma mulher bonita e cabe perguntar: carrega no íntimo da alma algum tipo de revolta? Este articulista, à época de Roma, teve duas reencarnações na África, em ambas foi vendido como escravo. Em uma delas eu servia a um nobre senhor militar em campos de batalha. Creio que a cor da minha pele não devia ser tão amena quanto a sua. Todas as experiências que passamos têm a finalidade corretiva visando o respeito ao semelhante. Como se não bastasse e também por falta de conhecimento dos perigos que rondam o mundo como Nova Ordem Mundial, Vaticano, ONU, OMS, China comunista e a democracia americana que deverá ser restabelecida pelos militares do Pentágono, você tem a coragem, o cinismo de defender o protagonismo do STF em favor do comunista Lula, esta infeliz criatura que faliu moral e financeiramente a nação. E ainda afirma que se sente muito confortável e segura para estar no PT e suas lutas históricas em defesa das bases populares e que defende sim o Lula livre. Saiba que a higienização do planeta está se processando e comunistas, dentre outros, não renascerão neste orbe. Isto é bíblico. Acredite se quiser, acredite se puder. Eu preciso finalizar esse texto de uma forma sensata, vejamos: a) Não é justo que mais ou menos dez por cento dos brasileiros queiram impor leis aos demais da sociedade, em cujo ativismo prega uma forma de ser, de existir e de se relacionar que venha ferir saudáveis procedimentos de família já corporificados pela ética e pelas Leis do Criador; b) Cada indivíduo tem a obrigação de buscar conhecimento e cobrar de si próprio o devido ajuste cármico e não cobrar da sociedade ou infernizá-la em passeatas públicas com procedimentos estapafúrdios. Por derradeiro, espera-se que cada integrante da Câmara Municipal certifique-se do saber que possui, do nível de consciência que detém e do conceito de Pátria e família que abriga na alma para não denegrir ainda mais a imagen desta casa de leis.

José Luiz Ferreira
contabilista e poeta. Email: jlmirria@gmail.com – Procontabil Assessoria Empresarial Ltda.

*ARTIGOS ASSINADOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DO JORNAL O REGIONAL