Secretário de Habitação confirma visita a Catanduva e entrega de casas é antecipada
Marcelo Branco participará da inauguração do Residencial Vida Nova Conquista
Foto: Divulgação/Pacaembu - Bairro planejado recebeu investimento de mais de R$ 100 milhões
Por Da Reportagem Local | 26 de novembro, 2023

A Prefeitura de Catanduva informou que a entrega das 668 casas do Residencial Vida Nova Conquista deve ocorrer na próxima quarta-feira, dia 29 de novembro, antecipando em um dia a data estabelecida anteriormente. A cerimônia, com a presença das famílias, está marcada para as 15 horas.

A definição da nova data ocorre após comunicação oficial feita pela Pacaembu Construtora ao prefeito Padre Osvaldo (PL). O ajuste leva em conta a disponibilidade de agenda e presença confirmada do secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Branco.

O bairro planejado recebeu investimento de mais de R$ 100 milhões, por meio de parceria da construtora, Prefeitura de Catanduva e os governos Federal e do Estado de São Paulo. As casas foram financiadas pela Caixa e os compradores puderam contar com subsídios dos programas habitacionais Minha Casa, Minha Vida e Casa Paulista.

“A construção do empreendimento movimentou a economia local com a geração de postos de trabalho, proporcionou condições de moradia para as famílias e o desenvolvimento. As famílias terão um fim de ano muito mais feliz em suas novas moradias, realizando o sonho da casa própria”, afirma o prefeito Padre Osvaldo.

Com área total de 323.893,46 m², as 668 casas que serão entregues fazem parte da primeira fase do Residencial Vida Nova Conquista. Os imóveis possuem 43,85 m², não geminados, construídos em lotes a partir de 160 m², com possibilidade de ampliação. As moradias serão entregues com piso cerâmico em todos os ambientes, sala integrada, dois quartos, cozinha e banheiro com azulejos nas áreas molhadas, lavanderia coberta e vaga de garagem.

O bairro terá infraestrutura completa, com rede de energia elétrica, iluminação pública, pavimentação, sinalização viária, guias, sarjetas, paisagismo, passeio público e acessibilidade. Além disso, o empreendimento contará com três poços com vazão de 20 mil litros por hora, um reservatório de 650 mil litros e adutora de 2,5 quilômetros que interliga o local ao sistema de abastecimento da cidade.

Foram executados também 12 quilômetros de redes de água potável, 10 quilômetros de redes coletoras de esgoto, 3 quilômetros de redes de concreto para drenagem e uma bacia para contenção de águas das chuvas. Há, ainda, 91.169,96 m² destinados para as áreas verdes, onde foram plantadas 8.046 mudas de espécies arbóreas nativas.

NOVO ACESSO

A Pacaembu construiu uma nova via na região com o intuito de facilitar o acesso ao novo bairro e desafogar o trânsito na área, evitando problema verificado nos loteamentos anteriores.

A obra é uma contrapartida da construtora ao município e é resultado de investimento de R$ 2,5 milhões. São 1.100 metros de avenida conectando a avenida Otávio Adami, na marginal da rodovia Comendador Pedro Monteleone (SP-351) ao novo residencial. O trecho terá calçadas, sinalização e iluminação pública, além de uma travessia sobre o córrego da Mamona.

SEGUNDA FASE

O Residencial Vida Nova Conquista já está com sua segunda fase em comercialização. Serão mais 670 casas construídas em continuidade ao loteamento, formando um grande bairro com 1.338 moradias. Somadas as duas etapas, o investimento total chegará a mais de R$ 212,5 milhões.

As moradias são destinadas a pessoas com renda familiar a partir de R$ 2.200 que poderão receber descontos de até R$ 50 mil vindos de subsídios dos governos Federal e Estadual.

Para facilitar ainda mais o acesso, a Pacaembu oferece documentação grátis e parcelamento da entrada em até 60 vezes. Já o financiamento do imóvel poderá ser em até 420 meses junto à Caixa Econômica Federal, com juros a partir de 4,25% ao ano, o mais barato do mercado.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 28 de fevereiro de 2024
Saec retoma obras na rua São Paulo após autorização da Justiça
Por Guilherme Gandini | 28 de fevereiro de 2024
Ação judicial contra a ACE pode invalidar assembleias e mudanças estatutárias
Por Da Reportagem Local | 28 de fevereiro de 2024
Pastor Marcelino recebe título de Cidadão Catanduvense