Eclipse lunar total: professor de astronomia fala sobre o fenômeno
Acontecimento terá duração de 5 horas e 19 minutos e poderá ser observado de qualquer local do Brasil
Foto: DIVULGAÇÃO - A Lua de Sangue poderá ser vista na madrugada de segunda-feira, 16
Por Myllayne Lima | 15 de maio, 2022
 

O eclipse total de lua acontece entre a noite deste domingo, 15, e a madrugada de segunda-feira, dia 16. O fenômeno terá duração de 5 horas e 19 minutos e poderá ser observado de qualquer local do Brasil.  

“Eclipses são fenômenos que ocorrem como consequência das posições relativas entre Sol, Terra e Lua. Como sabemos, a Lua orbita em torno da Terra ao mesmo tempo em que a Terra orbita em torno do Sol. O grande detalhe é que a órbita da Terra (em torno do Sol) e a órbita da Lua (em torno da Terra) não estão no mesmo plano”, destaca Guilherme Prata, professor de Astronomia. 

O docente explica como ocorre um eclipse lunar. “Para visualizarmos melhor o que acontece, podemos imaginar as órbitas da Terra e da Lua desenhadas cada uma em uma folha de papel. Aí inclinamos uma folha em relação à outra e fazemos com que se cruzem, formando um 'X'. Durante a execução de seu movimento, a Lua acaba cruzando o plano da órbita da Terra e, eventualmente, Sol, Terra e Lua acabam se alinhando, ocasionando a ocorrência de eclipses, que podem ser lunares ou solares. O eclipse lunar ocorre quando o alinhamento é feito tendo a Terra localizada entre Sol e Lua. A consequência dessa configuração é a sombra da Terra projetada na superfície da Lua. Já em um eclipse solar, a Lua está localizada entre o Sol e a Terra. O resultado é a sombra da Lua projetada sobre a superfície terrestre.” 

Guilherme fala sobre o que faz com que vejamos a lua em tom avermelhado. “O eclipse que ocorre segunda-feira, 16, é um eclipse lunar. Em particular, será um eclipse lunar total. Isso significa que, no momento do eclipse, a Lua estará passando pela umbra, região no cone de sombra projetado pela Terra que não recebe iluminação direta do Sol. Todavia, ela não ficará escura ou invisível. Isso porque, a luz solar é espalhada ao incidir na atmosfera terrestre e, dentre todas as suas componentes, a luz vermelha é a que sofre menos espalhamento pela nossa atmosfera. Desse modo, a luz vermelha atravessa a atmosfera e, por causa disso, é desviada para a região do cone de sombra. Ao atingir a Lua, essa luz é refletida e acabamos vendo a Lua com um aspecto mais avermelhado. É devido a esse aspecto que algumas pessoas utilizam a expressão Lua de Sangue.” 

Ele diz que o fenômeno poderá ser visto do início ao fim. “O início e o término estão previstos para às 1h30 e 6h50, respectivamente, de acordo com o horário de Brasília. Em particular, a passagem da Lua pela umbra começará por volta de 3h30 e termina por volta de 4h50.” 

 

Autor

Myllayne Lima
Repórter de O Regional.

Por Guilherme Gandini | 19 de abril de 2024
Encontro de Veículos Antigos deve atrair multidão com 2 dias de atrações
Por Da Reportagem Local | 19 de abril de 2024
Direito da Unifipa recebe ‘Selo OAB Recomenda’ pela segunda vez
Por Da Reportagem Local | 19 de abril de 2024
Recanto Monsenhor Albino estimula idosos em oficina de pizzas