Dia Mundial do Rim: data alerta para importância e cuidados com a saúde renal
Sociedade de Nefrologia estima que doença renal será a 5ª maior causa de morte em 2040
Foto: DIVULGAÇÃO - Nefrologista explica função dos rins, prevenção e sinais de doenças renais
Por Myllayne Lima | 10 de março, 2022

Nesta quinta-feira, dia 11 de março, é celebrado o Dia Mundial do Rim. Criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2006, a data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância do cuidado com a saúde renal.

Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), a doença renal crônica (DRC) afeta uma em cada dez pessoas no mundo. No Brasil, o número de pacientes com DRC avançada é crescente, sendo que atualmente mais de 140 mil pacientes realizam diálise no país. A entidade ainda estima que, em 2040, a DRC será a quinta maior causa de morte no mundo.

Em entrevista ao Jornal O Regional, a nefrologista Ana Carolina Salim Casseb explica a função dos rins. “Algumas funções básicas são: filtragem do sangue para eliminar substâncias tóxicas; equilíbrio do organismo, pois tem a capacidade de regular a quantidade de substância como potássio, sódio, fósforo, entre outros; produção de hormônios, como eritropoetina para formação de hemácias e diminuir o risco de anemia; e ativação de vitaminas como a vitamina D.”

A nefrologista fala sobre os sinais que indicam problemas renais. “Alguns sinais de alerta são: diminuição do volume urinário; retenção de líquidos como inchaço nas pernas; perda de apetite sem explicação aparente; falta de ar, confusão mental; náuseas e vômitos.”

Ela também pontua hábitos que auxiliam na prevenção de doenças. “Alguns hábitos que auxiliam na prevenção do desenvolvimento de doenças renais são: controle da pressão arterial; controle do diabetes; atividade física regular; dieta balanceada; não fumar. Temos que priorizar o equilíbrio do nosso corpo e mente.”

A pedido da reportagem, a especialista esclareceu dúvidas comuns sobre o câncer de rim. Primeiro, frisa que o hábito de beber água não previne a doença, mas auxilia no funcionamento e equilíbrio da função do órgão. “O câncer de rim tem alguns fatores de risco que devem ser alertados como: hipertensão arterial, obesidade, tabagismo. A água ajuda no funcionamento dos nossos rins como um todo para o equilíbrio de suas funções”

Quem fuma tem mais chances de ter câncer de rim. “Um dos fatores de risco que merecem destaque é com relação ao cigarro e sua carga tabagista (quanto tempo a pessoa é fumante).”

Pedra no rim não vira tumor, esclarece Ana Carolina. “Isso é puro mito, pois as pedras no rim são acúmulos de substâncias que não foram filtradas pelo nosso rim e já os tumores se originam de proliferação de algumas células do rim e na maioria das vezes por mutações genéticas.”

O câncer de rim é considerado uma doença silenciosa. “O paciente com os fatores de risco já citados deve estar atento a alterações no próprio corpo e fazer um acompanhamento médico regular para um diagnóstico precoce através de um exame de imagem e urina simples.”

Autor

Myllayne Lima
Repórter de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Unimed Catanduva apresenta ações inclusivas para comitê estadual
Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Atenção à evolução de criança com autismo pode diminuir prejuízo na comunicação
Por Guilherme Gandini | 12 de abril de 2024
Unidades de saúde abrem amanhã para vacinação contra a gripe