Eventos

Malu Maria Sobe Ao Palco do ‘Quintas do Sesc’ Nesta Noite

Show de Malu Maria é o destaque para esta quinta-feira (Divulgação)

A cantora, compositora e musicista Malu Maria sobe ao palco do “Quintas do Sesc” na noite de hoje (29). Na ocasião, a artista divulga seu álbum de trabalho “Diamantes na Pista”, que concorre ao prêmio de melhor álbum do ano pela APCA. A apresentação está marcada para começar às 20h15, no Quiosque A, do Sesc, e tem entrada gratuita. Os interessados precisam retirar os ingressos na Central de Atendimento com pelo menos uma hora de antecedência.
No show, Malu, que trafega por diferentes ritmos que vão do rock, carimbó, música balcânica, mesclando momentos de expansão e reflexão, terá a seu lado uma banda composta por Carlos Gadelha (guitarra), Eristhal (baixo), Rapuso (teclados) e Nath Calan (bateria). Haverá também participação especial da cantora Laya e de Tatá Aeroplano, coprodutor do álbum e figura importante da cena independente paulista, como produtor, artista solo e integrante das bandas Jumbo Elektro e Cérebro Eletrônico.
Seu trabalho “Diamantes na Pista” traz em nove faixas uma sonoridade ao mesmo tempo etérea, dançante, reflexiva e envolvente, com ecos de Velvet Underground, Mutantes, Cocteau Twins, Siouxsie & The Banshees, Mutantes, Cibelle, Suzanne Vega e All About Eve.
“Aqui, os diamantes são simbólicos. Bem antes de se tornarem joias de alto valor de mercado, os diamantes são pedras preciosas pelo seu alto grau de perfeição, beleza e raridade, são pedras que nos remetem a outras dimensões e ao mesmo tempo estão guardadas no centro da terra”, é o que diz a artista que propõe esparramar diamantes na pista saindo dos limites, num devaneio de imagens que remetem a abundância e a liberdade.

BIOGRAFIA
Nascida na Zona Norte de São Paulo e descendente de espanhóis, Malu Maria passou boa parte da sua infância e adolescência em Ilhabela, litoral norte do estado de São Paulo. Lá, conheceu e conviveu com muitos músicos e artistas.
Seu tio-avô catalão fugiu com um circo de Caracas, e virou palhaço. Ele vez por outra visitava a família, e se mostrou uma influência decisiva para que a sobrinha-neta enveredasse pela carreira artística nos anos que se seguiriam.
Malu se formou em Artes do Corpo e Performance na PUC e em percussão no Espaço Brincante, e participou de várias bandas, além de ter integrado com Luci Negrão o duo Manallu, que lançou em 2013 um CD com a produção do badalado Plinio Profeta.
Sua paixão pela arte circense a levou a escrever um livro de pesquisa sobre as diferentes regiões do Brasil que abordam a linguagem do palhaço em suas manifestações culturais. Ela também criou na garagem de sua casa em São Paulo o Teatro de Bolso do Quarto Mundo, um adorável espaço cultural alternativo. Além da carreira musical, Malu também dá aulas de teatro e pandeiro. Ela ainda atua como youtuber, apresentando o inusitado programa “Transbordando o Copo”, usando um visual circense e no qual já entrevistou gente do calibre de Mauricio Pereira (Mulheres Negras), Luiz Chagas, Peri Pane, Anelis Assumpção e Tonho Penhasco, entre outros.

Da Reportagem Local

Tags