Esportes

Técnico Sérgio Caetano Não Comanda Mais o Catanduvense

O técnico Sérgio Caetano pediu demissão do Grêmio Catanduvense após a derrota no Dérbi do Bruxo para o Santo (Catanduva FC) pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o acordo entre as parte aconteceu na tarde desta terça-feira (4).
O auxiliar Manoel Fernando deve ficar até a final do Grupo 2. No momento, o Bruxo é o sexto colocado com oito pontos, cinco abaixo de Inter de Bebedouro e Catanduva, que fecham o G4. O preparador físico Ivan Canela segue na comissão técnica do clube. E mesmo com a situação dentro e fora de campo delicada, o otimismo marca o Grêmio na classificação para a próxima fase.
“Na verdade, nos dois jogos anteriores, eu já tinha pedido para sair, mas aceitei mais uma vez o pedido do presidente Alemão e continuei. No entanto, após a derrota para o Catanduva, eu achei melhor deixar o time. Agradeço pela oportunidade e torço pelos profissionais que vão assumir a agremiação, espero que sejam felizes”, disse o agora ex técnico.
Caetano, que entrou como comandante em dezembro do ano passado chegou a ser emprestado pela diretoria ao Rio Preto para as cinco rodadas da 1ª fase da serie A3 do Campeonato Brasileiro. O Grêmio Catanduvense joga neste sábado contra a Matonense às 16h no Estádio Municipal Silvio Salles.
Grêmio Catanduvense de Futebol é um clube brasileiro de futebol da cidade de Catanduva, interior do estado de São Paulo. Foi fundado em 8 de março de 1999 e suas cores são azul e branco. O maior rival do Grêmio Catanduvense é o Catanduva Futebol Clube. Protagonizando o clássico feiticeiro.

Ariane Pio
Da Reportagem Local