Esportes

Lei de Incentivo Foi Aprovada e BAX Catanduva Está Atrás de Aporte

Quem acompanha a história do BAX, o time de basquete feminino de Catanduva, sabe que a equipe foi impedida de participar do Campeonato Brasileiro de 2019 por não ter quadras com tacos de madeira, uma das exigências da LBF – Liga de Basquete Feminino, a responsável pelo torneio. Agora, com a Lei de Incentivo ao Esporte aprovada, o clube está em busca de empresários e patrocinadores.
Na atual fase, que é a de captação de recursos, o BAX espera atingir o maior número possível de incentivadores para que possa, inclusive, sonhar em disputar a LBF.
“A nossa lei do incentivo foi aprovada, e agora estamos atrás das empresas para fazermos a capitalização, pois as que possuem lucro real e são credenciadas têm de 0,01 a 3% do valor do ICMS liberado para fazer o aporte para o esporte. Isso abate no imposto da empresa, é muito simples, mas eu e o pessoal da diretoria sempre marcamos reuniões com as empresas e vamos, pessoalmente, explicar como funciona para tirarmos todas a dúvidas dos empresários”, ressalta a atleta e gestora Natalia Aparecida Mares Burian, em entrevista.
Apesar das dificuldades, o time de basquete não está parado. Neste ano, a equipe irá disputar os Jogos Regionais em julho, o Campeonato Paulista em agosto e os Jogos Abertos do Interior, que começam em novembro.
“Com o dinheiro da lei do incentivo, não podemos fazer a quadra, infelizmente, pois o dinheiro é destinado para pagamentos da federação, viagens, alimentação, pagamentos de arbitragem, comissão técnica, aluguel, transferências de atletas e material esportivo. Isso nos facilitaria muito porque, com os patrocínios que temos em dinheiro, pagaríamos as atletas, pois com o projeto incentivado não é dado ajuda de custo às atletas”, finaliza. As empresas e associações que queiram se tornar patrocinadoras podem entrar em contato com a diretoria do time pelas redes sociais, ou pelo e-mail: BAXcatanduvaoficial@gmail.com.

Da Reportagem Local