Esportes

Fisiculturismo É Um Esporte Mais Mental Do Que Físico

Fisiculturismo ou culturismo é um esporte que se baseia no uso de exercícios de resistência progressiva (musculação) para controlar e desenvolver os músculos do corpo. Embora exija a realização de exercícios físicos, este esporte é mais mental do que físico.
O fisiculturismo requer sessões rigorosas de treinamento de força, além de trabalhar com uma variedade de halteres e aparelhos de musculação. Mas a mente também é um importante instrumento e, quando ela não está totalmente condicionada para suportar a carga emocional de uma competição ou de uma preparação, ou até mesmo de uma meta pessoal traçada por um atleta amador, esse descompasso acaba se refletindo automaticamente no resultado e na performance esportiva. A prontidão psicológica é essencial para quem deseja realizar qualquer exercício. E isso não é uma habilidade com a qual a pessoa nasce, mas sim, uma série de características de personalidade que podem ser desenvolvidas por meio de trabalhos psicológicos adequados. O fisiculturismo é um processo de autodescoberta, pois através dele as pessoas reconhecem seus limites, o que torna esse processo de superação ainda mais prazeroso.
A fisiculturista Elidiane, de Catanduva, relata que o esporte exige muita disposição e força de vontade. “Uma das características do fisiculturismo é o quanto a atividade envolve o poder mental. Quem olha de fora, sem conhecer o esporte, pode pensar que, para ser um atleta fitness, tudo se resume ao corpo: ganhar músculos e ter uma alimentação controlada. Sim, esta é uma realidade também, mas é somente a parte visível de quem não está por dentro do que, na verdade, é o fisiculturismo. Falo isso porque a parte invisível diz sobre o quanto precisamos ter força mental, exatamente para controlar nosso corpo e resistir as restrições alimentares severas e aos treinos altamente desgastantes”.
O sucesso do fisiculturismo no Brasil se faz presente devido a coerência com as vontades da sociedade brasileira, pois as pessoas estão sempre em busca do “corpo perfeito”, algo que é imposto por alguns veículos midiáticos e que de certo modo traz um incentivo psicológico para a busca dos exercícios, que trazem como consequência a realização pessoal de ter um “corpo perfeito”.

André Santos
Da Reportagem Local