Esportes

Circuito Sesc de Xadrez Reúne Mais de 200 Jogadores de Seis a 94 Anos

ENXADRISTAS de seis a 94 anos participaram do Circuito Sesc 2017 (foto: Divulgação)
ENXADRISTAS de seis a 94 anos participaram do Circuito Sesc 2017 (foto: Divulgação)
Assine O Regional Online

O Circuito Sesc de Xadrez 2017 reuniu mais de 200 jogadores de seis a 94 anos. Os enxadristas competiram divididos em 12 categorias e reuniu representantes de vários municípios. Jogadores de escolas públicas e privadas também prestigiaram a competição.

O evento aconteceu no último final de semana e contou também com a apresentação especial dos alunos do 1º ano escolar.

Além de Catanduva, as cidades de Itajobi, Tabapuã, Sales, São José do Rio Preto, Pindorama e Catiguá participaram do evento.

“A cidade vizinha, Itajobi há anos desenvolve um trabalho que é destaque na região e prestigiaram o evento”, diz o professor Gleison Begalli.

O presidente de honra do Clube de Xadrez de Catanduva Antônio Celidônio Ruette realizou a abertura solene do evento.

Ao final de cinco rodadas,  Diego Polachini (Rio Preto) e Marcelli Sarti (Escola Gastão) venceram as principais categorias do Circuito.

“Entre os vários fatores que o xadrez desenvolve em seus participantes, um bastante visível neste evento foi a possibilidade de ver, num mesmo ambiente, crianças, jovens, adultos, idosos, deficientes visuais e jogadores de diversas classes sociais”, ressalta Begalli, um dos responsáveis pela organização do evento.

O deficiente visual Cícero de Oliveira foi um exemplo de superação, em decorrência de um descolamento de retina, aos sessenta anos, ficou cego. Até então nunca havia tido qualquer contato com a modalidade.

Após ser apresentado ao jogo pelo professor Begalli, há mais de 10 anos, encantou-se com o jogo que hoje, a prática diária do xadrez tornou-se algo importante para sua vida.

“Cícero chega a emocionar-se ao falar do jogo”, aponta o professor.

Outro exemplo de superação é o enxadrista mais experiente do evento, William Bergamasco, que aos 94 anos de idade passou sua experiência para estreantes no evento, como para o jovem Gerson Gabas Neto, 6 anos, que participou pela primeira vez de um evento.

 RESULTADOS
A categoria 1º Ano participou apenas como exibição, portanto, todos os participantes, ganharam medalhas. Já nas demais categorias os principais resultados foram:

Sub 08 Feminino – 1ª Mariana La Justicia (CAIC), 2ª Mariana Begalli (São Mateus) e 3ª Ana Beatriz Monteiro (São Mateus).

Sub 08 Masculino – 1º Gabriel Peres (Octacílio), 2º Felipe Flora (São Mateus) e 3º Adriano Santos (Santos Aguiar).

Sub 10 Feminino – 1ª Nicolly Santos (Gastão), 2ª Maria Clara da Silva (Tabapuã) e 3ª Gabriela Almeida (CAIC).

Sub 10 Masculino – 1º Breno D’Alckmin (Colegão), 2º Isaac Morrinson (Lar da Criança) e 3º José Bossolani (Tabapuã).

Sub 12 Feminino – 1ª Maria Eduarda Venerando (CXC), 2ª Mirian Raissa (CXC) e 3ª Caroline Rivera (CAIC).

Sub 12 Masculino – 1º João Miguel La Justicia (CAIC), 2º Abraão da Silva (Tabapuã) e 3º Guilherme Trabuco (Itajobi).

Sub 14 Feminino – 1ª Jenifer Fortunato (Itajobi), 2ª Mirena Francisco (Itajobi) e 3ª Eduarda Batista (Itajobi).

Sub 14 Masculino – 1º Giovane Magalhães (Colegião), 2º Breno Peres (CXC) e 3º José Willian (Tabapuã).

Sub 16 Feminino – 1ª Sara Silva (CXC), 2ª Camila Silva (CAIC) e 3ª Grazieli Silva (Itajobi).

Sub 16 Masculino – 1º Igor Coimbra (CAIC), 2º Vagner Gabriel (ABC do Saber).

Feminino Livre: 1ª Marcelli Sarti (Gastão), Lis Paula Soares (CXC) e 3ª Victoria Hiorrana (CXC).

Geral Masculino: 1º Diego Polachini (Rio Preto), 2º Fernando Marrone (CXC) e 3º Guilherme Fernandes (São Mateus).

 PRÓXIMAS ETAPAS
Até o final do ano estão previstas mais três etapas classificatórias e a grande final que reúne os seis melhores jogadores de cada uma das categorias.

Karla Sibro
Da Reportagem Local