Início - Vereador Ditinho Muleta Questiona Valor da Reforma de Novo Prédio do Emcaa

Vereador Ditinho Muleta Questiona Valor da Reforma de Novo Prédio do Emcaa

AOO vereador Benedito Alexandre Pereira, Ditinho Muleta, encaminhou requerimento endereçado à prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes solicitando informações sobre a reforma que está sendo realizada no antigo prédio da Ceagesp, que irá abrigar a Equipe Municipal de Combate ao Aedes Aegypti (Emcaa).
No documento, o parlamentar pede informações como preço pago para a realização da obra, prazo para término e notas fiscais emitidas para a compra de materiais ou empresa contratada para o serviço.
Há três semanas, a prefeitura de Catanduva informou sobre a mudança de prédio da equipe e a reforma realizada.
De acordo com a assessoria de comunicação, a proposta da mudança atende ao projeto da Secretaria Municipal de Saúde para melhores condições de trabalho e acomodações dos funcionários. O valor da obra, divulgado é de R$ 90 mil.
Dentre as intervenções, estão sendo refeitas as instalações elétricas, instaladas câmeras de monitoramento, pintura geral, colocação de forro e de gradis nas portas e janelas, reparos no alambrado e reformas de esquadrias. Os serviços são executados por equipes da própria Prefeitura.
Conforme a administração, as futuras instalações são bem mais amplas que as atuais. Serão dois complexos para parte administrativa e operacional. Os espaços serão divididos de modo a comportar estacionamento da frota, refeitório, espaço para armazenar máquinas e equipamentos de trabalho, almoxarifados e escritório.
“Teremos estrutura suficiente para desenvolver as atividades e fazer o serviço funcionar muito bem”, ressalta Daniela Bellucci, diretora de Vigilância em Saúde.
A partir da mudança, o Disque-Dengue para denúncias e solicitações de serviços da EMCAa terá novo telefone: 3531-9787. Quando isso ocorrer, o telefone atual, se contatado, vai emitir gravação com indicação do novo número. O quadro de servidores da EMCAa conta, atualmente, com 89 funcionários.
O local foi reformado em 2012 para abrigar o Centro de Atenção Psicossocial (Caps). O prédio da antiga Ceagesp foi doado ao município pelo Estado e em 2009, uma lei complementar foi sancionada para que a prefeitura pudesse utilizar o espaço para projetos sociais.
Em 2012, o prédio passou por reformas para abrigar o Caps e manter uma estrutura entre área administrativa, consultórios, sala de enfermagem, sala para atividades/oficinas terapêuticas, sanitários e área verde. O prédio do Caps foi inaugurado em dezembro de 2012, na administração de Afonso Macchione Neto. Em 2013, na gestão de Geraldo Vinholi, o local foi transformado em Secretaria de Trânsito. Com novo governo, a secretaria mudou novamente de endereço e o prédio permaneceu fechado.

Karla Konda
Editora Chefe