Cidades

Unimed Catanduva Promove Ações Para Incentivar A Doação De Sangue

O dia 25 de novembro é marcado pela comemoração do Dia Nacional do Doador de Sangue, uma data para lembrar que este ato pode salvar até quatro vidas e deve ser feito com frequência. No Hemonúcleo de Catanduva, o estoque está abaixo de 50%, principalmente para as tipagens sanguíneas A- e A+.
A fim de conscientizar a população, o Comitê de HUSD – Humanização do Hospital Unimed São Domingos irá promover, na próxima sexta-feira, dia 22, uma série de abordagens aos pacientes e beneficiários que passarem pelas dependências do hospital. Além de incentivar a doação, o comitê irá realizar orientações e mobilizará pessoas a fazerem o cadastramento de medula óssea. Uma campanha de incentivo à doação também está sendo divulgada em outdoor e nas mídias sociais da Unimed Catanduva.
O sangue doado é destinado a pessoas que se submetem a procedimentos e intervenções médicas, como transfusões, cirurgias e procedimentos oncológicos. Pessoas com doenças crônicas, como Falciforme e Talassemia, também são beneficiadas com as doações.
“Doar sangue é um ato de solidariedade voluntário. Basta ir ao Hemonúcleo mais próximo, ter dormido no mínimo seis horas nas últimas 24 horas, estar bem alimentado, pesar no mínimo 50 kg e apresentar um documento com foto”, explicou, em nota oficial encaminhada à equipe do O Regional, a hematologista Melina Lopes Bastos Bassi, cooperada da Unimed Catanduva.
Além disso, os doadores devem seguir outros requisitos: ter entre 16 e 69 anos – desde que a primeira doação tenha sido até os 60 anos (menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis) e evitar alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas um dia antes da doação.
A frequência máxima de doação de sangue por homens é de quatro vezes ao ano, com intervalo de dois meses entre cada doação; já mulheres podem doar até três vezes ao ano, com intervalo de três meses.

Onde doar?
O Hemonúcleo de Catanduva funciona de quarta-feira a domingo, das 7h00 às 13h00. De 22 a 24 de novembro, haverá uma comemorações para o Dia Nacional do Doador de Sangue. “Precisamos de mais pessoas com tipagem A+ e A-, pois o estoque está mais baixo para estes”, disse a encarregada do Hemonúcleo, Marcele Mandelli. Vale ressaltar que ele fica localizado na rua 13 de Maio, número 974.
Quem não pode doar de forma temporária
“Pessoas com gripe ou resfriado, febre, diarreia, mulheres grávidas e no pós-parto, que tenham tatuagem ou piercing há menos de um ano, extração dentária há pelo menos 72 horas, vacinação (ver período, pois depende da dosagem e/ou tipo de vacina) e ter sido exposto a situações de risco, como ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) no último ano”, diz a nota oficial da Unimed.

Quem não pode doar
“Pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos, que tenham Hepatite (B e C), AIDS (vírus HIV), doenças associadas ao vírus HTLV I e II e Doença de Chagas, malária e que fazem uso de drogas ilícitas”, finaliza.

Da Reportagem Local