Início - SSP Registra Queda em Índices: Catanduva Segue Parcialmente a Estatística
Cidades

SSP Registra Queda em Índices: Catanduva Segue Parcialmente a Estatística

De acordo com dados divulgados pela SSP – Secretaria de Segurança Pública, o interior do Estado de São Paulo encerrou o mês de agosto com diminuição nos casos e vítimas de latrocínios e em todas as modalidades de roubos e furtos. No período, não foram registrados casos de extorsão mediante sequestro. Já em Catanduva, os números estatísticos permanecem parecidos em comparação aos anos anteriores.
Considerando os dados dos últimos cinco anos (2015, 2016, 2017, 2018 e 2019), a notícia é excelente para a Cidade Feitiço: o índice de latrocínio se manteve zerado durante os meses de agosto. Já a respeito de roubo de veículos, o dado também se mantem no zero desde 2016. Em 2015, foi registrado um roubo no oitavo mês do ano. A respeito de roubo a banco, estatísticas também zeradas. O mesmo com roubo de cargas.
Mas quando falamos em furtos de veículos, os números aumentaram nos últimos três anos: de seis em 2017, para 11 em 2018 e 18 em 2019.

Índices estaduais
No indicador roubo seguido de morte houve queda de dez casos e vítimas, se comparado o oitavo mês dos anos de 2018 e 2019. Os números são os menores desde 2011.
Todas as modalidades de roubos e furtos também caíram no período. Os roubos em geral recuaram 13,78%, com 735 casos a menos. A quantidade passou de 5.334 para 4.599. Já os roubos de veículo seguiram a tendência e caíram 24,17% (de 1.146 para 869). Para os dois indicadores, os números são os menores da série histórica.
“Os roubos de carga tiveram queda de 23,24%, passando de 185 para 142, se comparados agosto de 2018 e 2019 (43 a menos). O mesmo aconteceu com os roubos a banco. Não foram registrados casos dessa modalidade criminosa no período. O oitavo mês do ano passado registrou duas ocorrências. Os furtos em geral e de veículos também apresentaram as menores quantidades da série histórica. O primeiro reduziu 10,19% (de 20.503 para 18.413) e o segundo 7,16% (de 2.834 para 2.631). As extorsões mediante sequestro permaneceram estáveis, sem nenhuma ocorrência registrada pela sétima vez e terceira consecutiva. Em contrapartida, os homicídios dolosos e os estupros aumentaram no interior do Estado em agosto. Os casos de mortes intencionais tiveram dois registros a mais, enquanto as vítimas, quatro”, informa a nota oficial do Governo do Estado de São Paulo.

Da Reportagem Local