Shopping Hotel Coloca Estrutura à Disposição de Hospitais

Divulgação

A Comissão formada por empresários que administra a conclusão do Shopping Hotel – shopping vertical na área central da cidade – colocou à disposição do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus em Catanduva a estrutura do hotel que está concluída.
No total são 60 flats, 30 deles já com camas boxes que podem ser usados, como hospital de campanha, caso seja necessário e se a quantidade de pacientes de coronavírus for maior que a rede de saúde em Catanduva comportar.
De acordo com Afonso Macchione Neto, ex-prefeito e integrante da comissão, o assunto foi debatido e aprovado pelo restante dos membros do grupo.
“Conversamos com os demais componentes e como temos todo aquele espaço concluído, resolvemos colocar a disponibilidade para que as autoridades, os hospitais, possam utilizá-lo”, afirmou.
“O hotel está concluído, mobiliado, ainda faltam algumas camas, mas se for necessário a gente coloca, estacionamento está pronto, o hotel tem toda a estrutura solicitada pelos bombeiros, atende a todas as determinações. No prédio em si o que não está pronto é a parte do shopping, que tivemos de readequar, já que era um projeto antigo, de 30 anos, então readequamos sanitários, com acessibilidade, mas é uma obra grande, de mais de 17 mil metros quadrados e os recursos são poucos e sem financiamentos”.
Ao ser questionado sobre a medida ser apresentada à comissão de enfrentamento, Macchione afirmou: “Falamos com o Fábio Macchione, meu sobrinho e que faz parte da comissão. Ele achou plenamente viável e vai levar essa disponibilidade para o grupo, ver como poderá ser utilizado, porque é claro, vai precisar de algumas adequações. Mas a estrutura em si está pronta, com sistema de telefonia, iluminação, o que faltará são os equipamentos médicos e o que for preciso nesse sentido para os atendimentos”, complementou.
Macchione sugere a utilização do espaço para pacientes que já estiverem em fase final de recuperação, que possam ser transferidos para os flats, liberando assim, leitos hospitalares para o atendimento dos pacientes que forem chegando. “É uma forma da comissão do shopping ajudar neste momento. Acho que todos que puderem colaborar é importante. Importante essa união e a colaboração de toda a nossa comunidade”.

Karla Konda
Editora Chefe