Cidades

Sem Pesquisa, Material Escolar Pode Ficar Até 70% Mais Caro

Assine

A pesquisa se transformou em uma ferramenta fundamental na atualidade. Mas e quando o assunto é material escolar? Levantamento de O Regional realizado em estabelecimentos de Catanduva mostra que ele pode ficar até 70% mais caro de um lugar para outro. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) revela algumas dicas.

Na Cidade Feitiço, três itens fizeram parte do nosso levantamento. A maior variação foi vista em um pacote com 12 canetas hidrocor. Enquanto um estabelecimento vendia a R$ 9,90, outro comercializava a R$ 16,90. Na sequência aparece o lápis de cor aquarelável com variação de até 25%. Uma caixa com 24 cores que custava R$ 47,90 em uma loja especializada, foi para R$ 60 em outra. Em terceiro ficou o lápis de cor ecológico. Uma caixa com 24 unidades era vendida a R$ 65,50 em um local, enquanto que em outro saia por R$ 74,90. Uma diferença de 14%.

Em pesquisa realizada na Capital, o Procon encontrou uma variação de até 325% de um estabelecimento para outro. Em um, o lápis preto nº 2 sextavado custava entre R$ 1,70 e R$ 0,40. Para os pais de plantão que pretendem comprar o material escolar do filho, algumas dicas devem ser seguidas antes de ir às compras.
“É bom verificar quais dos produtos da lista de material o consumidor já possui em casa e, ainda, se estão em condição de uso. Promover a troca de livros didáticos entre alunos também garante economia. Na lista de material, as escolas não podem exigir a aquisição de qualquer material escolar de uso coletivo (materiais de escritório, de higiene ou limpeza, por exemplo), conforme determina a Lei nº 12.886 de 26/11/2013”, informa.

Vale ressaltar que alguns estabelecimentos oferecem bons descontos para compras em grandes quantidades, por isso pode ser interessante os pais se reunirem para a compra coletiva. “O consumidor deve sempre verificar se o estabelecimento comercial pratica preço diferenciado em função do instrumento de pagamento (dinheiro, cheque, cartão de débito, cartão de crédito)”, finaliza o setor.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local




Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo