Cidades

Rio São Domingos Quase Transborda e Faz Defesa Civil Entrar Em Alerta

O rio São Domingos na altura do lago dos Ipês, em Catanduva amanheceu cheio nesta sexta-feira, (10).
Segundo a Defesa Civil de Catanduva com chuva de quinta-feira (09) no período da tarde e a noite, o pluviômetro marcou 70 mm no prazo de aproximadamente 01h30 de chuva e o Rio São Domingos e os Córregos que passam dentro da cidade suportaram essa quantidade de água que caiu em Catanduva, além das chuvas que caíram em cidades vizinhas que desembocam no Rio São Domingos passando por Santa Adélia e Pindorama.
A defesa civil ainda divulgou que as chuvas em Catanduva podem continuar hoje (11) até segunda-feira (13), mas com proporções menores e por isso já está esta em alerta se acaso surgir uma chuva forte.
Diferente do verão passado, quando sobrou calor e faltou chuva, o verão 2019/2020 trará chuva generalizada e volumosa para quase todas as regiões do Brasil. Será uma estação sem El Niño e também sem La Niña, com fenômenos oceânicos-atmosféricos que ocorrem na porção central e leste do oceano Pacífico Equatorial, e que, quando se manifestam, interferem na chuva e na temperatura do Brasil e de outros países da América do Sul.
Tecnicamente, o Climatempo informa que o verão 2019/2020 será com uma situação de neutralidade no Pacífico Equatorial. A temperatura da água do oceano Atlântico, especialmente do Atlântico Sul, que banha toda costa leste do Brasil, do Uruguai e da Argentina, terá maior peso no comportamento da chuva e da temperatura sobre o Brasil neste verão.
Região sudeste – A estação promete mais chuva do que o normal para a maioria das áreas da região sudeste do Brasil. Será um verão com grande chance de formação de ZCAS em janeiro e em fevereiro. Porém, a chuvarada começou mais cedo, do meio para o fim da primavera e então, pode-se pensar em um verão com maior chance de deslizamentos de encostas, maior número deste tipo de evento no sudeste e começando mais cedo.

Ariane Pio
Da Reportagem Local