Cidades

Resultado de Vendas de Dia das Mães Divide Opiniões de Sindicalista e Associação

MOVIMENTO na véspera de Dia das Mães não atendeu as expectativas dos comerciantes (O Regional)
Assine

O resultado para o comércio sobre as vendas de Dia das Mães dividiu opiniões de sindicato do Comércio Varejista e presidente da Associação Comercial e Empresarial de Catanduva. Ivo Pinfildi Júnior fala em bom índice de vendas, enquanto Fernando Alves de Souza cita que estimativa não foi superada, apesar de não sofrer queda.
Enquanto isso, o indicador do Serasa Experian cita como o melhor desempenho do comércio nos últimos cinco anos. Isso em todo o país.
Para o presidente do Sincomercio, Ivo Pinfildi Júnior, a expectativa da categoria, com base na pesquisa feita pelos economistas da Federação do Comércio, era de um aumento nas vendas de até 4% no período. “O resultado de 5,7% supera as expectativas e demonstram a reação da economia do setor”, analisa.
O presidente analisa ainda que o resultado da pesquisa é apresentado com base na média de vendas de todos os setores. “Ou seja, tem setores que vendem mais e outros que vendem menos. Não podemos esquecer das variáveis de cada seguimento como preço, tipo do produto, condições de pagamento e tantos outros. E por conta dessas variáveis tem empresas que venderam mais que outras”, considera o presidente do Sincomercio.
“Nós esperávamos um aumento de 4%, não chegamos nisso, mas ficamos com um aumento de 3%, não era o esperado, mas foi bom”, pontua Fernando Alves de Souza, da ACE.
Durante a semana de 7 a 13 de maio, o indicador do Serasa apontou aumento de 5,7% em relação com igual período de 2017 (8 a 14 de maio). E no final de semana (11 a 13 de maio) o aumento apresentado foi de 5% na comparação com o mesmo final de semana do ano anterior.
Já na capital, as vendas realizadas na semana do Dia das Mães subiram 6,5% em comparação com igual período do ano anterior. No final de semana da data, as vendas chegaram a 6,8% de aumento em comparação com igual período de 2017.
Os economistas da Serasa Experian acreditam que a redução das taxas de juros com a retomada do crédito ao consumidor e com a recuperação gradual do poder de compra da população, “dada pela queda da inflação, impulsionaram as vendas do Dia das Mães”, avaliam.
Na véspera de Dia das Mães, a reportagem de O Regional entrevistou os comerciantes da área central e os lojistas entrevistados falaram sobre o baixo movimento.
“Na sexta (11) que o comércio atendeu até às 22 horas foi desanimador, não tinha ninguém dentro da loja e não era só aqui não era na cidade inteira. Foi péssimo esse ano”, revela a gerente de uma loja departamentos.

Karla Sibro
Da Reportagem Local



Assine O Regional

Digital Mensal
R$19,90 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso (Sáb e Dom)
R$41,70 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$65,90 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo