Início - Representação é Lida e Substituto na Comissão de Ética Sorteado
Cidades

Representação é Lida e Substituto na Comissão de Ética Sorteado

Representação formulada com pedido de cassação dos vereadores Aristides Jacinto Bruschi, Enfermeiro Ari e Wilson Aparecido Anastácio, Wilson Paraná foi lida ontem durante sessão da Câmara de Catanduva. Essa é a primeira etapa do processo que agora é encaminhado para uma possível abertura de comissão processante.
Como Enfermeiro Ari é o relator da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, foi realizado um sorteio, entre os vereadores para definir o substituto nesse procedimento.
No sorteio, Daniel Palmeira, foi o primeiro a ser sorteado. Palmeira declinou da participação. Cidimar Porto foi o segundo escolhido e integra a comissão. O documento se baseia no julgamento em 2ª instância de processo na qual os dois parlamentares foram condenados por improbidade administrativa. A ação resultou na condenação dos dois vereadores e outros dois ex-integrantes do Legislativo na chamada rachadinha (pegar para si parte dos salários dos assessores).
O Tribunal de Justiça manteve a sentença inicial na semana passada. E os advogados dos vereadores recorrem agora na esfera federal. A representação é de autoria de um feirante de Catanduva, atualmente pré-candidato ao cargo de vereador, Rodrigo Antonio de Souza. “A referida prática fere a imagem da Câmara de Catanduva como um todo e tipifica a prática de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo confiado pela população catanduvense aos representados, que abusaram das prerrogativas inerentes aos mandatos de vereador por eles preenchidos”, afirma o representante no documento.
A partir do recebimento do documento lido ontem pela Comissão de Ética, os membros terão cinco dias para analisar e apresentar o primeiro relatório com parecer de abrir ou não uma comissão processante.

Karla Konda
Editora Chefe