Cidades

Receita Federal Abre Consulta ao 4º Lote de Restituição do Imposto de Renda

IMPOSTO DE RENDA 201,Declaração IRPF 2019

A Receita Federal abre no próximo dia 09 de setembro, a data para consulta ao 4º lote de restituição do Imposto de Renda para pessoa física. (IRPF).
De acordo com a Delegacia da Receita Federal em São José do Rio Preto, que abrange 72 municípios incluindo Catanduva, as consultas poderão ser realizadas a partir do dia 09 de setembro (segunda-feira). A data para liberação do crédito em conta bancária será dia 16.
Ao todo, 31.497 contribuintes estão inseridos nesse lote do IR. A Receita deve depositar R$ 29.059.920,90.
O lote de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.
Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet: http://receita.economia.gov.br/ ou ligar para o Receitafone 146.
Na consulta à página da Receita, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento (pendências).
Para consultar possíveis pendências encontradas em sua declaração e obter todas as orientações necessárias para correção, acesse o extrato de sua declaração na página da RFB na internet:http://receita.economia.gov.br/ menu “Onde Encontro”, na opção “Extrato da DIRPF”. Essa consulta deverá ser feita ainda que tenha havido pagamento de imposto.
Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências (pendências) e fazer a autor regularização, mediante entrega de declaração retificadora.
A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.
Caso o valor liberado não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.
Mais informações no site da Receita: http://receita.economia.gov.br/ -> onde encontro -> Restituição IRPF Veja link -> http://receita.economia.gov.br/orientacao/tributaria/restituicao-ressarcimento-reembolso-e-compensacao/restituicao/irpf
Ainda segundo a Receita Federal é importante que todo contribuinte que entregou a Declaração do Imposto de Renda, mesmo com Imposto a pagar, acompanhe o processamento de sua Declaração, através do extrato da Declaração para verificar se não está retida na malha fiscal.
No caso da Declaração estar retida na malha fiscal, se regularizar as pendências antes de ser intimado pela Receita a multa máxima será de 20%. Caso seja intimado pela Receita Federal a multa mínima é de 75% sobre o Imposto Devido. Quem tem restituição e estiver com a Declaração retida na malha fiscal não recebe a restituição enquanto não regularizar a pendência, portanto é muito importante que todos os contribuintes acompanhem o processamento de suas Declarações.

Karla Konda
Editora Chefe