Início - Propostas de Preços Para Reforma e Pintura da Prefeitura Serão Conhecidas na Quinta

Propostas de Preços Para Reforma e Pintura da Prefeitura Serão Conhecidas na Quinta

Divulgação

Propostas de preços para as licitações de reforma e de pintura externa do Paço Municipal serão conhecidas nesta semana. Os envelopes com os preços apresentados pelas empresas habilitadas serão abertos nesta quinta-feira, dia 20.
Para a pintura externa de todo o prédio, seis empresas foram consideradas habilitadas – Aguiar da Veiga Construções e Serviços de Terraplanagem EIRELI – EPP, Stocco & Zimmerman Ltda, RAC, Laura Construtora Ltda, Conceição & Felippe da Conceição Ltda e Claudinei Camargo Zechi Sertãozinho – ME. Para a reforma do Paço foram habilitadas Laura Construtora e Empreendimentos Imobiliários ME, Stocco & Zimmerman Ltda, Laura Construtora Ltda e Conceição & Felippe da Conceição Ltda.
As propostas serão conhecidas às 9h e às 9h15, respectivamente.
Para essas obras que serão realizadas dentro do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT), a prefeitura estima pagar R$ 135,5 mil para a pintura externa do prédio e R$ 120 mil para a reforma interna. Numa obra com prazo de 90 dias.
O PMAT foi implantado por meio de uma linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) num valor de R$ 5,8 milhões. O financiamento foi aprovado em 2018 e consiste numa série de obras e medidas na administração, como a reforma da central de atendimento, a adequação da segurança e combate a incêndios dentre outros.
Com o dinheiro, em 2018, o então prefeito Afonso Macchione Neto afirmava que pretendia investir em modernização de Tecnologia da Informação (TI) com compra de novo datacenter e implantação de fibra ótica para interligar todos os setores da Prefeitura. A readequação das duas centrais de atendimento, integração de softwares das secretarias, criação de novo site com serviços online, compra de equipamentos eletrônicos para servidores que trabalham em campo, capacitação de servidores para uso de tecnologias e implantação de sistema de Geoprocessamento que possibilitaria vincular o endereço do cidadão e os serviços públicos usados por ele como saúde, escola, transporte escolar e atendimentos da assistência social.
O prazo para a execução de todo o projeto é de 18 meses. E o valor será pago em 72 meses com a carência de 24 meses.

Karla Konda
Editora Chefe