Cidades

Projeto Corujas do Bem Recebe Doação de uma Televisão Smart

FUNDADORA recebeu a doação na tarde de ontem na sede do projeto (O Regional)
Assine O Regional Online

Com a visão da necessidade e da importância que tem o Projeto Corujas do Bem, ontem, o programa que atende crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) recebeu uma boa notícia. O Corujas do Bem ganhou uma televisão smart de 49 polegadas. A entrega oficial aconteceu na tarde de ontem (15) na sede do projeto. A televisão foi doação do médico oftalmologista Renato Pizarro por meio do Pizarro Hospital do Olho em parceria com o vereador André Beck.
De acordo com os responsáveis pelo Corujas do Bem, o aparelho será usado pelos alunos do projeto nas aulas didáticas pedagógicas.
Para a fundadora Corujas do Bem, Mara Gabas, a ação é de grande valia e será utilizada pela equipe multiprofissional que atende os alunos.
“Estamos muito felizes e imensamente agradecidos pela doação. Foi uma grande surpresa e só temos de agradecer, pois esse equipamento será usado pelos nossos alunos que adoram televisão, adoram a tecnologia”, diz Mara.
O oftalmologista e o vereador ficaram surpresos em conhecer a estrutura do projeto e o trabalho administrado pela equipe.
“Fiquei muito feliz em conhecer esse projeto tão importante para essas crianças e com certeza a vontade é de poder colaborar mais”, frisa Pizarro.
O vereador também ficou encantado em conhecer o trabalho beneficente.
“Estamos felizes em poder colaborar. O projeto Corujas do Bem desenvolve um trabalho muito importante e queremos poder que essa parceria continue para atendermos mais entidades como esta”, constata o vereador.

CORUJAS DO BEM
O Corujas do Bem nasceu do sonho da locutora Mara Gabas, mãe de Rafael, autista. Com a fundação do projeto Mara pode realizar o sonho de muitas mães que não tinham condições de oferecer para seus filhos autistas um tratamento de qualidade. Essas crianças são assistidas com equipe multiprofissional e com um sistema de ensino nos moldes internacionais. A metodologia é considerada a mais moderna para o tratamento de crianças e adultos com o TEA (Transtorno do Espectro Autista).
Além de atender as crianças, o projeto também traz para Catanduva dezenas de palestras, atualizações, realizou o Primeiro Simpósio e organiza diversas maneiras de arrecadar fundos para a entidade. Sorteios são realizados e produtos alimentícios são vendidos.

Karla Sibro
Da Reportagem Local