Início - Professor de psicologia

Professor de psicologia

Paulo Celso Pereira conquistou a premiação como melhor trabalho

No início deste mês, o professor de psicologia do Imes-Catanduva, Paulo Celso Pereira, participou da “2ª Conferência Internacional sobre a Criança Abusada e Negligenciada”, na cidade de Porto, em Portugal.
O professor apresentou a tese de Doutorado, que defendeu na Universidade Federal de São Carlos, no mês de abril, com o título “As vicissitudes de famílias que convivem com a violência intrafamiliar: um estudo longitudinal com intervenção”.
“No mês de março fiz a inscrição de uma parte da minha tese para uma conferência que aconteceu na Europa e no mês de abril o comitê que organizou a conferência aceitou meu trabalho para apresentação”.
Durante a Conferência foram apresentados pouco mais de 50 trabalhos com representantes de 14 países, como Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, Grécia, entre outros.
Dentre os 52 trabalhos, o comitê organizador elegeu a apresentação do Professor de Catanduva como o melhor. “O título do trabalho em português foi ‘O ensino de habilidades parentais para mães que sofrem violência doméstica’”.
A premiação levou em conta a relevância da pesquisa realizada, dados obtidos e apresentados, redação do texto e método da pesquisa. “Não resta dúvida de que se trata de uma importante premiação, pois mostrou que o Brasil está realizando pesquisas relevantes e importantes sobre a violência intrafamiliar e que a pesquisa foi realizada com o rigor científico que se espera de um trabalho sério e bem feito, além de ser uma premiação internacional”.
Como premiação, o professor obteve duas medalhas, uma da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e outra do Instituto Nacional de Medicina Legal de Portugal, um certificado de melhor trabalho da conferência, registro para participar do próximo evento e uma anuidade como membro da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Criança Abusada e Negligenciada.
Paulo também é Psicólogo Judiciário do Fórum de Catanduva e Membro do Laboratório de Análise e Prevenção da Violência, do Departamento de Psicologia da UFSCar, o qual representou durante o evento.

%d blogueiros gostam disto: