Cidades

Primeiros Pacientes Da Radioterapia Tocam o ‘Sino Da Esperança’

SONY DSC

Durante a manhã da última terça-feira, dia 17 de setembro, foi marcada pelo soar do Sino da Esperança, na Radioterapia do HCC – Hospital de Câncer de Catanduva, a conclusão do tratamento dos pacientes Lindalva Boni Gomes da Silva e Ismael Cezário de Magalhães, após 25 sessões de radioterapia. Ambos iniciaram o tratamento e foram os primeiros a utilizar o serviço, no dia 14 de agosto.
Lindalva, de 50 anos de idade, moradora de Vila Roberto, passou por cirurgia para a retirada de câncer de mama, por 16 sessões de quimioterapia e concluiu, na terça-feira, sua 25ª e última sessão de radioterapia. Emocionada, a mulher tocou o sino de conclusão com a mesma força e garra que batalhou contra a doença. “Agradeço a toda a equipe pelo carinho que tiveram comigo. Realizei todo o meu tratamento aqui; foi um alívio quando também iniciei a Radioterapia aqui sem precisar viajar para cidades mais distantes. Agora é vida nova; graças a Deus acabou e tudo deu certo”, disse ao sair pela porta, abraçando logo em seguida sua filha, Ana Cláudia Gomes da Silva, que esteve ao lado da mãe desde o início do tratamento. “Ela é uma guerreira; aguentou firme e forte e sempre incentivando os outros pacientes”, apontou.
Já o paciente Ismael Cezário de Magalhães, de 71 anos, de Catanduva, também encerrou seu ciclo de tratamento nesta terça-feira, após cirurgia, seis sessões de quimioterapia e 25 sessões de radioterapia na luta contra o câncer de mama. “Fiz exames em outra cidade e fiquei feliz por realizar o tratamento aqui. Fui de ambulância e saíamos bem cedo. Para voltar tínhamos que esperar até o último paciente terminar e acabava passando o dia todo esperando e já cansado. É muito bom poder fazer o tratamento na minha cidade; é mais cômodo e confortável”, contou Ismael. Ele tocou o sino aliviado e agradecido por terminar essa etapa.
“Pacientes, funcionários e acompanhantes que aguardavam na recepção do HCC aplaudiram Lindalva e Ismael, que incentivaram os demais pacientes a terem força e acreditarem na cura. Ambos devem retornar ao hospital trimestralmente para acompanhamento com os médicos. O Serviço de Radioterapia do Hospital de Câncer de Catanduva entrou em funcionamento no dia 14 de agosto deste ano e foi inaugurado, com a presença do governador João Doria e diversas autoridades estaduais e regionais, no dia 14 de setembro”, informa a nota oficial da assessoria de imprensa da Fundação Padre Albino.

Sino
“O Sino da Esperança é uma tradição e tem sido implantado nos maiores centros oncológicos e simboliza a conclusão da etapa do tratamento”, finaliza a informação.

Da Reportagem Local

CAMPANHA ICESP

/* ]]> */