Início - Presidente do Sincomercio Avalia Black Friday Como ‘Excelente’ em Catanduva
Cidades

Presidente do Sincomercio Avalia Black Friday Como ‘Excelente’ em Catanduva

LOJAS aproveitaram para baixar os preços e atrair consumidores de Catanduva e região (O Regional)

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Catanduva (Sincomercio) Ivo Pinfildi Júnior avalia a Black Friday como ‘excelente’ na cidade. O sindicalista observa que o movimento atendeu a expectativa do empresário e foi mantida durante todo o dia durante a última sexta-feira, dia 23, data que se comemorou a atividade.
“A Black Friday foi excelente. Tivemos um movimento intenso durante todo o dia, logo pelas primeiras horas da manhã. A cidade toda movimentada até o final do expediente e vem demostrando que pegou, como diz a gíria brasileira. Então já está virando uma tradição que onde as pessoas aguardam com ansiedade essa data para que possam fazer suas compras com descontos considerados”, constata Pinfildi.
De acordo com o presidente, os lojistas se conscientizaram sobre a importância de divulgar produtos com ofertas de verdade.
“Pode ser observado que as empresas também se conscientizaram que realmente tem que fazer descontos efetivos, reais. Porque o consumidor não é bobo. Ele sabe o preço que está girando no mercado e se essa promoção está com preço baixo ou não. Então tanto o lojista como o público consumidor hoje estão conscientes dessa realidade e ao sucesso da Black Friday”, frisa.
As vendas cresceram tanto para as lojas físicas quanto para as virtuais, mas Pinfildi acredita que o consumidor ainda gosta de ver e avaliar o produto que está comprando.
“O crescimento das vendas no comércio virtual é uma realidade. Elas oferecem, além dos preços melhores porque as lojas de espaço virtual têm menos despesas, na realidade então podem por um preço mais baixo. Mas por outro lado, o brasileiro ainda prefere, se houver uma raridade de preço, ele prefere ver o produto. Ele prefere apalpar, enfim, ele prefere ter um contato físico. Se o preço não for tão distante eu acho que o comércio físico terá ainda muito o seu espaço e a preferência de muitos consumidores. Mas é uma realidade que não podemos fugir. O espaço físico tem que estar atento as facilidades que o comércio virtual oferece. O comércio físico precisa se preparar cada vez mais e criar oportunidades de preços e promoções frequentemente, buscando manter seu espaço e sua participação no mercado consumidor do Brasil”, finaliza.

Karla Sibro
Da Reportagem Local