Início - Presidente Da Câmara Participa De Solenidade De Extinção Da 7ª Delegacia Da Junta Militar

Presidente Da Câmara Participa De Solenidade De Extinção Da 7ª Delegacia Da Junta Militar

O Presidente da Câmara de Catanduva, Luís Pereira e demais vereadores participaram da solenidade de extinção das atividades da 7ª Delegacia da Junta de Serviço Militar e a transferência das funções para o Posto de Recrutamento e Mobilização 02-003 de Ribeirão Preto na ultima quarta-feira, (04).
A cerimônia foi realizada no Auditório Professor Edgard Antunes, no piso térreo da Prefeitura, contou com presença do coronel Luiz Carlos Tucci da Silva, de Ribeirão Preto, o tenente Alexandre Vaine Witzel, responsável pela Junta de Catanduva e demais integrantes, a prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes, o Chefe do Legislativo Catanduvense, Dr. Luís Pereira; o Vereador Ditinho Muleta; Luciano Landim assessor do Primeiro Secretário, Wilson Paraná; demais autoridades, familiares, convidados e a imprensa de Catanduva e região.
Com a modernização e o acesso à internet, a Junta de Serviço Militar de Catanduva passará por mudanças e entrará em nova fase. Mas apesar das modificações, a unidade de Catanduva permanecerá aberta, explica o tenente Alexandre Vaine Witzel, responsável pela Junta de Catanduva.
“Como delegacia, a Junta local cuidava de 19 cidades. Agora, com a extinção da delegacia, a unidade continuará funcionando, só que todas as cidades ficarão subordinadas a Ribeirão Preto. Essa mudança foi feita em todo o Estado de São Paulo. Antes ficávamos responsáveis pela subordinação e fiscalização do controle do Serviço Militar, mas agora, tudo ficou mais informatizado e rápido, e com o controle funcionando de maneira digital, é possível centralizar um maior número de cidades no mesmo local. Assim como Catanduva, várias delegacias serão centralizadas em Ribeirão Preto”.
O Alistamento Militar continuará sendo feito na sede, que fica na Rua Recife, nº 880. As inscrições também estarão disponíveis de forma online. A apresentação dos jovens e também o atendimento ao cidadão, inclusive o fornecimento de documentos referentes ao Serviço Militar, continuará sendo feito por Catanduva.
Luís Pereira contou que no inicio foi muito triste de ouvir que Catanduva não ia mais ter a delegacia, mas depois entendeu a causa. “Inicialmente nós ficamos entristecidos porque quando se fala em desativar, transformar, transferir, a gente imagina que significa uma perda para Catanduva. Mas os motivos foram explicados pelo Coronel Luís Carlos aqui durante esse evento, e nós entendemos que tem que acontecer toda essa mudança, principalmente porque tudo faz parte do avanço tecnológico que tem que ser seguido e com ele tem que serem feitas as transferências.
O comando de Catanduva será transferido para a cidade de Ribeirão Preto, mas as atividades com os nossos jovens continuarão aqui em Catanduva, então a gente tem confiança de que tudo isso está sendo feito no sentido de uma grande melhora, e por isso nós ficamos satisfeitos e vamos brindar a nova tecnologia e o novo avanço do Exército Brasileiro, principalmente do TG 02012 de Catanduva, pois isso fará com que melhore a situação de todos os jovens de Catanduva”.

Ariane Pio
Da Reportagem Local