Cidades

Prefeitura Renova Contrato Para Refeições no Restaurante Popular

A prefeitura de Catanduva renovou o contrato com a empresa Nascente Refeições Coletivas Ltda-ME, de São Paulo, responsável por fornecer as refeições do Restaurante Popular. A empresa permanece por mais um ano e o valor do contrato segue o mesmo R$ 522,7 mil.
O aditamento de contrato foi publicado na última sexta-feira no Diário Oficial do Município.
Ao todo, o restaurante popular distribui 300 refeições ao dia.
Para a prefeitura, o valor a ser pago é de R$ 8,60 e, R$ 6,60 são custeados pela administração. A população paga R$ 1,99 para almoçar de segunda-feira a sexta-feira.
“Justifica-se o pedido por ser mais vantajoso para a Administração uma vez que a empresa manifestou interesse em aditar o contrato mantendo o mesmo valor das refeições, conforme as justificativas constantes no Processo Administrativo n° 2019/8/29299, mantendo-se no mais, inalterado o pacto anteriormente estabelecido”, consta no aditamento.
A empresa é responsável pelo fornecimento dos alimentos desde 2016, quando foi aberta a licitação. No ano passado, a administração além de renovar o contrato reduziu de 338 para 300 refeições diárias. Não há informação de aumento no número de pratos servidos.
Em 2017, o total era de 450 refeições e também foi reduzido.
No ano passado, a reportagem de O Regional questionou a prefeitura sobre a decisão de reduzir o número de refeições. A administração justificou a medida em razão da situação das finanças públicas. Afirmou ainda que a redução do número de refeições servidas seria provisória e que um estudo definiria a continuidade do projeto que comercializa pratos a R$ 1,99 tendo a diferença custeada pela Prefeitura. “A Secretaria de Assistência Social informa que a redução do número de refeições servidas diariamente é necessária devido à situação financeira da Prefeitura de Catanduva. Mas a alteração não é definitiva. A secretaria está realizando estudos com a finalidade de estabelecer prioridades para atender o público que realmente necessita do serviço. A intenção é atender devidamente a demanda”, informou a prefeitura.

Karla Konda
Editora Chefe

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar