Início - PENEIRA FINA 31/07/2020

PENEIRA FINA 31/07/2020

Faça o que eu digo, mas não o que faço
Quando uma pessoa se propõe a administrar uma cidade, ela precisa saber que será o foco em qualquer situação em que esteja presente. Ela vai ainda demonstrar os exemplos que a população precisa seguir. No cenário atual em que tudo se divulga instantaneamente na internet, a repercussão é ainda maior. Quando Marta ocupou aquele palco, mesmo sem usar o microfone, na inauguração da Havan, ela mostrou para quiçá o Brasil inteiro que descumpria o que ela mesmo orienta todas às vezes em todas as entrevistas. “Use sempre a máscara e que Deus nos abençoe”. Nada contra, de forma alguma, a instalação da Havan em nossa cidade. Mas a prefeita virou o foco da inauguração, assim como demais autoridades. Numa loja cheia de funcionários, com um público aguardando do lado de fora, a prefeita preferiu tirar a máscara do rosto durante um bom tempo. Não foi menos de 5 minutos. Foi pelo menos 20 minutos sem a máscara, se acompanharmos o vídeo publicado pelo Luciano Hang, no Instagram.

Revolta
Obviamente, o assunto foi tema de discussão pelas redes sociais durante todo o dia. E não só o exemplo, errado, da prefeita, mas também o favorecimento do grupo de empresários e funcionários que tiveram um restaurante aberto para que eles pudessem ter suas refeições no local. Mais uma vez, não somos contra o estabelecimento. Mas as regras são claras. Muitos estabelecimentos são multados se descumprirem o que é determinado. Agora só porque é um grupo específico isso pode ser permitido? Permita-se então, mesmo de que forma agendada que famílias possam frequentar um restaurante e servir-se no local e não somente no esquema de drive thru ou delivery como é atualmente.

Para descontrair
Até o brasão oficial do município, nas redes sociais, usa máscara. Só a prefeita que quando está com muita gente próxima, não usa.

Educação 1
Grupo de educadores de Catanduva não contém indignação em ver a prefeita Marta do Espirito Santo, em inauguração a loja de grande porte sem o uso de máscara. O grupo de quatro professores tem o motivo da indignação devido por ter tentado marcar uma reunião com a prefeita e esta não aceitou com o argumento de evitar aglomerações.

Educação 2
Os arte-educadores da secretaria de educação de Catanduva estão cobrando o mesmo tratamento que os arte educadores ligados a secretaria de Cultura, a prefeita aceitou os termos já que os mesmos tem um contrato em aberto mas a secretaria de educação, Tânia Aparecida Ribeiro Fonseca, negou o pedido e sendo assim eles estão sem trabalhar mesmo que on-line. Lembrando que os arte-educadores da cultura estão trabalhando normalmente on-line e recebendo seus dividendos como consta no contrato.

Bairro
Moradores do Jardim Alpino estão indignados com a obra da Avenida Mongaguá, esta obra já foi paralisada várias vezes na fila da burocracia, os moradores observaram que a Avenida do Córrego Fundo, onde está sendo realizada a canalização e recuperação da nascente, as obras estão a todo vapor em tempo recorde. Eles cobram uma solução e agilidade na Avenida Mongaguá e ter o fim que esperam com mais dignidade e acessibilidade ao local.

Restaurantes
Os proprietários de bares e restaurantes de Catanduva querem voltar a trabalhar e já até realizaram uma carreata em manifestação para reabertura do setor, mas devido o decreto da prefeita Marta não há possibilidade de acontecer tão cedo. Para o proprietário de um desses estabelecimentos, a prefeita tem mantido descaso total a esses empresários, que ajuda a mover a economia local e com o fechamento muitos deles se veem endividados e de mãos atadas.

E continua
E as reclamações sobre a falta de água em bairros como o São Francisco continuam. Ontem choveu reclamações a respeito e a Saec encaminhou comunicado. “A SAEC, executa, neste momento, reparos na rede, pela rua 15 de Novembro, na altura do número 990, onde a tubulação rompeu. Em virtude dos serviços, o abastecimento será interrompido por volta das 11 horas.Serão afetados os bairros: São Francisco, Vertoni, Bela Vista e Santa Rosa. A previsão é de que o trabalho tenha duração de quatro horas. Será necessária a substituição de aproximadamente 15 metros de tubos antigos por novos”.

Repasses
O Plenário do Senado aprovou na quarta-feira (29) projeto de lei de conversão ( PLV 26/2020 ) da Medida Provisória 938/2020 , que foi editada pelo Poder Executivo para compensar estados, o Distrito Federal e municípios pela diminuição de repasses federais durante a crise econômica causada pela pandemia de covid-19. O total da compensação aos entes será de R$ 16 bilhões, sendo que quase R$ 10 bilhões já foram repassados pela União. A votação foi simbólica e foi feita por meio do sistema de deliberação remota do Senado. O PLV segue agora para sanção presidencial.

%d blogueiros gostam disto: