Início - PENEIRA FINA – 16/03/2020

PENEIRA FINA – 16/03/2020

Sem pânico
Que medidas precisam ser tomadas para evitar que o coronavírus atinja mais pessoas em todo Estado é um fato. Mas, como já foi dito, aqui em Catanduva ainda não é preciso pânico da população. Com um caso suspeito e até agora nenhum confirmado, a cidade ainda não está em risco de contaminação do COVID-19. Na sexta-feira, o governo de São Paulo determinou a suspensão gradual das aulas em escolas estaduais. Nesta semana, os pais e responsáveis serão orientados sobre como se prevenir e até mesmo prepara-los para quando as atividades escolares forem efetivamente suspensas. Enquanto isso, as escolas municipais, creches, projetos, cursos, dentre outros seguem o ritmo normal.

Reuniões
O assunto também foi tema de reunião feita pelo prefeito Afonso Macchione Neto, na manhã de sexta-feira, dia 13, com equipe administrativa e representantes da Secretaria de Saúde. No encontro foram apresentadas ao prefeito as ações que já estão em andamento e as estratégias previstas, no caso de avanço da doença. Nesse processo, segundo a administração, está sendo dada atenção especial às secretarias que administram pontos de atendimento à população, onde há grande fluxo de pessoas e servidores, casos da Educação, Cultura e Esporte. Além da capacitação dos servidores, a aquisição de equipamentos de proteção e álcool-gel já está em andamento.

Esgotou
Nas prateleiras das farmácias, o espaço reservado para álcool em gel e máscaras está vazio. O medo do contágio do coronavírus fez com que muitos catanduvenses fossem em busca das duas formas de prevenção. E claro, o preço dos produtos estão bem acima do que era vendido antes.

Alarde
E a população da cidade tem de acostumar com o uso de máscaras. Afinal é tudo uma questão de costume e de higiene. Em outros países, principalmente nos orientais, um simples resfriado e a pessoa já está la com sua máscara caminhando pelas ruas. Aqui, uma pessoa com máscara, já gera medo nos outros moradores e críticas nas redes sociais. Foi o que aconteceu nessa semana. Bastou uma pessoa usar mascara, nem sabemos o motivo para o seu uso, para muitos criticarem a atitude do morador. Dizerem que isso é uma forma de amedrontar a população. Por favor, pessoal. Pessoas que fazem diversos tipos de tratamentos, que possuem imunidade baixa, utilizam as máscaras para resguardar a saúde. Respeito além de tudo.

Mais do que isso
Como dissemos acima, é uma questão de costume. Se todos que estivessem resfriados utilizassem suas máscaras, haveria um número muito menor de pessoas com a doença até mesmo em ambientes de trabalho. Fica a dica.

Na vizinha Rio Preto
Secretaria de Saúde de Rio Preto anunciou nesta sexta-feira, 13 de março que, em breve, em parceria com os convênios privados de saúde de Rio Preto, implementará um telefone gratuito e exclusivo para atendimento de dúvidas de munícipes sobre o coronavírus (COVID-19). A ação faz parte do plano de contingência, elaborado pelo município, que já está em prática.

Comitê
Além desse canal, a pasta também criou um comitê permanente, formado pelo secretário de saúde, Aldenis Borim, o assessor especial André Baitello, o virologista Maurício Lacerda Nogueira, a gerente da vigilância epidemiológica, Andreia Negri, e as chefes de departamento da Atenção Básica, Especializada e Urgência. O comitê tem o objetivo de debater e tomar decisões relativas ao coronavírus no município.

Funcionários
E as entrevistas de Afonso Macchione Neto nas rádios de Catanduva ainda repercutem. Aliás, ele mesmo tem divulgado o que disse. Num post de sábado, Macchione fala diretamente aos servidores e sobre a situação do IPMC. “Quero lembrar também senhores funcionários, que o único prefeito que colocou dinheiro no instituto fui eu. Nenhum prefeito pôs dinheiro no instituto de previdência, vocês iriam se aposentar e iriam receber uma banana. Por que nem dinheiro para pagar a vossa aposentadoria, o instituto teria e se eu estiver mentindo, vão lá no instituto e peçam as contas e vejam quem é que pagou o que vocês tem direito. Eu não fiz nada mais que a minha obrigação, mas eu fiz e era obrigação dos outros também e não fizeram. E a Câmara também se calou naquele momento e muito pelo contrário, os parcelamentos que pedimos, nós não conseguimos passar, mas os outros conseguiram. É uma vergonha o que acontece nessa cidade, se a população não se levantar e escolher pessoas capazes, Catanduva não terá como ser administradas nos próximos anos”.

Interrupção
A SAEC (Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva) comunica que na próxima segunda-feira, 16/3/2020, das 13 às 19 horas, haverá interrupção no abastecimento de água no Parque Industrial, Shangri-lá e no Alvorada. Na ocasião, a Unidade de Reservação (UR-23) que abastece os bairros ficará sem energia, devido à manutenção na rede elétrica, executada pela Energisa. A Superintendência solicita aos moradores que economizem água durante o período de realização das melhorias na rede elétrica. A SAEC pede desculpas pelo transtorno e agradece a compreensão da população.

Professores
O Projeto de Lei 302/20 garante atendimento prioritário para professores em instituições de saúde públicas e privadas. O texto está em análise na Câmara dos Deputados. Pela proposta, o atendimento prioritário consiste em garantir marcação de consulta, exames e procedimentos cirúrgicos, respeitadas as regras atuais de prevalência de gestantes, idosos e eventuais emergências. Autor da proposta, o deputado Fabio Reis (MDB-SE) cita pesquisa divulgada pela Associação Nova Escola em 2018, feita com mais de 5 mil professores, com as seguintes conclusões: 66% das professoras e professores já precisaram se afastar do trabalho por questões de saúde; 87% dos participantes acreditam que o seu problema é ocasionado ou intensificado pelo trabalho.

Da Redação

%d blogueiros gostam disto: