Início - PENEIRA FINA 12/08/2020

PENEIRA FINA 12/08/2020

O REGIONAL REGISTROU A HISTÓRIA
Verificando o estado de abandono em que se encontra as ambulâncias do município de Catanduva, recordamos que em 2011 uma das capas deste matutino foi um motorista que pediu exoneração ao então prefeito Afonso Macchione ao vivo na Emissora A Voz. Na época este motorista disse que não queria mais arriscar sua vida e a dos pacientes rodando com veículos com pneus lisos e problemas mecânicos.Hoje temos basicamente a mesma equipe do ex-prefeito com os mesmos problemas de gestão vivendo a versão nova de uma velha história.

COMITÊ DE ENFRENTAMENTO
O comitê de enfrentamento criado pela prefeita Marta no início da pandemia ainda não apareceu para dar satisfação dos seus trabalhos através de lives que chegou acontecer somente duas vezes. Ninguém sabe o que acontece em Catanduva, pois, esse comitê “faz-de-conta”. O que o secretário da saúde, Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior fez ontem? E hoje? O que ele e equipe farão amanhã? Precisamos de lives diárias prestando contas de todos os trabalhos.

BEM DIFERENTE
E não precisamos ir muito longe. Muitos municípios mesmo da nossa região tem utilizado as redes sociais como recursos para aproximar ainda mais a população e atualizar sobre todas as medidas adotadas. Por aqui, só quem tem bola de cristal fica sabendo o que tem sido realizado.

ISOLAMENTO SOCIAL
Alguém viu a secretária de esportes de Catanduva? O que ela fez em prol a área esportiva essa semana? Mês passado? Os mais piadistas estão dizendo que os secretários da prefeitura de Catanduva em sua maioria estão em isolamento social desde que permaneceram no governo Marta. Nem precisou de corona !

DENTISTAS DA PREFEITURA
Está estranho a forma de atendimento dentário no posto de atendimento na rua São Paulo; Em tese fica aberto até às 22 horas, mas passamos por lá após as 19:30, estava escuro, fechado, sem nenhum recepcionista e percebemos pessoas conversando lá no fundos. No mesmo prédio na sala de espera existe uma infiltração na parede da TV que está cada vez pior e já foi reclamado há mais de um ano na prefeitura.

DESAGRADOU MUITO
O projeto que reduzia pela metade a carga horária do médico do IPMC desagradou tanto que foi rejeitado pela Câmara. A prefeita manda os projetos e não se explica se fazendo de vítima no final da novela. Será oque estamos pensando? Vamos “ajeitá” as coisas para os nossos enquanto estamos aqui? Esperamos que não seja isto!

Até tu, Brutus?!
O projeto desagradou tanto que até mesmo o vereador Cidimar Porto, que costumeiramente vota favorável aos projetos assinados pelo Executivo foi pela rejeição. Mas que coisa, hein?

Não é para população
Deu para entender o que Cidimar Porto quis dizer, mas ao mesmo tempo, para quem quisesse interpretar de forma errada, também daria. Porto justificou a rejeição dizendo que foi favorável no ano passado a redução da jornada de trabalho de médicos porque afetaria toda a população usuária do SUS. Mas no caso do médico perito do IPMC não “afeta a população”. O médico perito é responsável pelas análises dos servidores municipais em caso de licenças, assim como é o perito do INSS, por exemplo. Portanto, atende os servidores, que também fazem parte da população…

Feijão preto
O vereador Gaúcho subiu a tribuna Carlos Machado para reclamar dos itens da cesta básica oferecida pela administração. Segundo ele, o feijão incluído na cesta é tão duro, tão duro, que precisa de um botijão de gás para cozinhá-lo. Ai o molho sai mais caro que o peixe, não é mesmo?

Olhar a qualidade
O parlamentar afirmou ainda que a prefeitura teria de acompanhar a qualidade desses produtos oferecidos. E distribuir algo que possa se de fato ajuda aos catanduvenses. Segundo Gaúcho, principalmente quando se trata do feijão.

Olha o TCE…
E pelo jeito, às analises da prestação de contas do Exercício de 2020 já demonstram possíveis irregularidades ou algo parecido. O TCE notificou a prefeita Marta para que tome conhecimento dos apontamentos e que faça correções, que se não forem feitas, podem acarretar no parecer desfavorável das contas…

Enquanto isso…
Enquanto falamos em tantas coisas que precisam ser melhoradas, enquanto vemos diversos segmentos buscando auxílio nesse momento de crise e silêncio sobre vários assuntos, nas redes sociais, a prefeita tem comentado dos recapeamentos que são realizados na cidade. Ontem no São Francisco.

SUSPENSA
Pelas redes sociais, a prefeitura informou que, por conta da pandemia do novo coronavírus, a coleta de volumosos está suspensa. A orientação é que os moradores façam a entrega voluntária no depósito de galhos, que fica localizado na estrada vicinal Vicente Sanches, que liga Catanduva a Catiguá. A coleta de volumosos é aquela que o morador liga para agendar a retirada de materiais como móveis, madeiras, pneus e outros.