Início - PENEIRA FINA 05/08/2020

PENEIRA FINA 05/08/2020

Socorram nossos velhinhos
Sobram reclamações nas redações por conta da gestão apresentada em Catanduva para enfrentar o Corona. Depois de quatro meses, nossa prefeita, secretário e tal comitê de enfrentamento (a parte que cabe a prefeitura) não enfrentaram nada, pois não, conseguiram gastar os quase 7 milhões que entrou nos caixas para combater a “epidemia vigente”. ( O Corona está rindo de nós ). Ontem acordamos com o vereador enfermeiro Ari dizendo que “se a nossa secretaria de saúde não fizer o exame correto nos velhinhos dos asilos, vai haver uma carneficina”.

O exame ideal
Para se ter eficácia no caso do asilo em que “o trem já descambou” é preciso fazer um exame chamado “sorologia” … Sim. O mesmo que a Dona Marta fez na guarda-real e faz na sua equipe sempre que preciso. Com quase R$ 7 milhões pra gastar e um pequeno estoque de exames ‘bons’, prefeita e secretário seguem na inércia. A palavra mais usada hoje pela dona Marta é “vou verificar”, “vou verificar” e não responde a todos seus interlocutores a qual fez a singela promessa de “verificar”.

Nota
Ontem no final do dia a diretoria da Associação de Assistência São Vicente de Paulo encaminhou nota sobre os casos registrados de Covid-19 na instituição. Divulgou a morte de dois moradores do lar pela doença. “A Associação de Assistência São Vicente de Paulo – Vila São Vicente, vem a público externar, com imenso pesar, o falecimento de dois idosos de nossa entidade, por razão da pandemia COVID-19. Esclarecemos que, desde o início da Pandemia, estamos tomando todas as medidas possíveis e necessárias para a prevenção e o controle de combate ao vírus, de acordo com as normas sanitárias e a orientação dos órgãos públicos de saúde, para a proteção de nossos idosos residentes”.

Cuidados
Segundo a nota, desde março, as visitas à entidade estavam proibidas, até mesmo para familiares, no intuito de garantir a segurança dos idosos residentes. “Todo o cuidado com a higiene e a proteção foi devidamente redobrado, não só dentro da entidade, mas também, em relação aos funcionários. Infelizmente, todo o cuidado não foi suficiente para evitar essa terrível doença, que pode ter sido trazida por qualquer pessoa assintomática. Informamos, porém, que tão logo identificado o primeiro caso, imediatamente, as autoridades foram comunicadas, como Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social, Vigilância Sanitária e Ministério Público, e se determinou a realização de exames em todos os idosos, residentes e funcionários da entidade”.

Casos
O quadro atual de testados positivamente para o COVID-19 é: 11 idosos, três funcionários e dois óbitos. “Reitera-se, todos os casos positivos, familiares foram devidamente comunicados”.

Usar Hotel
O vereador André Beck, em discussão de projetos na noite de ontem, questionou o secretário de Saúde, Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior sobre a utilização do Hotel, em shopping vertical, disponibilizado para internação de pacientes com Covid-19. “Porque o secretário não coloca então, os idosos do Lar São Vicente de Paulo no hotel que foi disponibilizado?”.

4 x 4 Não é só carro com tração dupla
Quatro meses de pandemia mais quatro para chegada do novo secretário – aguardado tanto por funcionários da saúde quanto pelos cidadãos que fazem uso da saúde pública. Esta semana faltou a “básica Cefalexina” em alguns postinhos, deu dó de uma mãe de bairro dizendo a outra: “Só tinha dipirona!”.

4 x 4-2 A Missão
Quatro meses, meu Deus, quatro meses nos separam do corona pra um novo secretário, “quatro pra cá e quatro pra lá”… Uma saúde deficitária pendurada em “protocolos disso, protocolos daquilo”, sem uma atitude de apresentar projetos para desburocratizar esse sistema arcaico que quando não mata de doença, mata de raiva!

A Câmara voltou
Voltando do recesso, A Casa de Leis teve projetos polêmicos. Antes mesmo das votações a prefeita foi questionada se tinha votos para aprovação, a mesma nem respondeu. Até hoje nossa prefeita não percebeu que não é só mandar projeto pra Câmara, tem de articular, justificar e defender suas teses e projetos. Os projetos estão indo órfãos, sem um secretário competente para conversar com vereadores, mostrando a necessidade em detalhes.

Republicanos coçando a cabeça
Ricardo Rebelato estaria feliz por conseguir a aliança com Republicanos, mas de certa forma preocupado. O partido veio com Cidimar Porto de “brinde”. O vereador não é muito querido no meio dos candidatos que apoiam Rebelato. A quem diga que se o vereador se impor correrá o risco de ser cortado.

Rejeitado
O projeto de lei que tratava do reparcelamento das dívidas da prefeitura com o IPMC foi rejeitado pela maioria dos vereadores. Com isso, a prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes terá de arcar com os valores pagos atualmente ao instituto. Vamos esperar também os próximos capítulos, já que a prefeita afirmou anteriormente, que a medida geraria economia e que via possibilidade de que se o projeto não fosse aprovado, de salários dos servidores municipais serem comprometidos.