Cidades

Papelaria Personalizada Impulsiona Vendas Para Pequenos Empresários

A saída que a grande maioria dos brasileiros encontra, usando toda a sua criatividade característica, é optar por formas de trabalho informal que tragam uma renda extra ao fim do mês. Essa renda extra pode vir de diferentes tipos de atividades, como produção de artesanato, de comidas caseiras, de comidas gourmet, de trabalhos freelance na internet, enfim, são várias as opções.
Um mercado que vem crescendo em Catanduva nos últimos anos, mesmo com a crise financeira que assola a economia do país, é o de papelaria personalizada.
A produção de produtos de papelaria personalizada para festas, como as infantis, é uma demanda constante e pode trazer um bom dinheiro e agora para o inicio do ano muitos pais procuram a papelaria personalizada para os materiais escolares, como etiquetas, cadernos e personalização de estojos.
Segundo Juliana Almoris, microempresária do setor de personalização, nessa época aumenta e bastante os pedidos para confecção de etiquetas e afins, ela chega a ganhar somente com personalização R$ 2 mil por mês de renda extra.
“Muitos me procuram até antes de janeiro porque sabem que fico com muitos pedidos e eu produzo material com papelaria personalizada para empresas e pessoas individuais, como blocos de notas, agendas, canetas, cartão de visitas, entre outros produtos personalizados” explicou a empresária.
Para aqueles que desejam iniciar um negócio voltado para Papelaria Personalizada, não é preciso muito. “Tendo um computador, um editor de imagens e criatividade, o empreendedor já está pronto para começar seu novo negócio”, diz Juliana.
Márcia Stonti, mãe de Miguel está na indo para 3º ano já encomendou quase todo material escolar que se pode personalizar com o tema que o filho mais curte. Ela explica que se comprasse na loja sairia cinquenta reais de diferença, mas os personagens que o filho escolheu não acham tão fácil então ela optou pela papelaria personalizada.

Ariane Pio
Da Reportagem Local