Início - Número De Alunos Ead Cresceu 145%, Nos Últimos Nove Anos Em Todo Brasil

Número De Alunos Ead Cresceu 145%, Nos Últimos Nove Anos Em Todo Brasil

Os dados são da 10ª edição do Mapa do Ensino Superior no Brasil 2020, que tem como base números do Censo da Educação Superior, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).
No período de 2009 a 2018, foi registrado um aumento total de 145% nas matrículas. Entre 2017 e 2018, o aumento foi de 16,9% enquanto as presenciais tiveram uma queda de 2,1%.
Mesmo com esse aumento, o acesso à educação ainda tem muito espaço para crescer. O setor do ensino superior ainda é deficitário no Brasil, atendendo apenas 15,3% da população, valor bem distante dos índices educacionais dos países que promovem equidade social.
A região Sudeste é composta de quatro estados, sendo a mais populosa do Brasil, com cerca de 88 milhões de habitantes. Esse número se reverte no maior número de matrículas do país (44,4% no total). Com 37 mesorregiões e 1.668 municípios espalhados pelos estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, a região registrou 2,9 milhões de matrículas em cursos presenciais em 2018, um número um pouco menor do que o registrado em 2017 (3 milhões – uma queda de 2,8%).
Apesar da pequena queda registrada nas matrículas presenciais, a região teve um aumento de 18,6% no número de matrículas EAD de 2017 (705 mil) para 2018 (835 mil), liderando, também, o total de matrículas da modalidade no país (40,6%). Pouco mais da metade desse total está concentrada no estado de São Paulo (50,1%). São Paulo também lidera a quantidade de matrículas presenciais na região (55,2%).
O número de matrículas presenciais e na modalidade EAD espelha a quantidade de IES da região, também detentora da liderança em relação a esses dados: são 1.123 instituições de ensino superior que ofertam cursos presenciais e 185, cursos EAD (eram 138 em 2017).

Ariane Pio
Da Reportagem Local