Cidades

Nova Etapa De Projeto Social No Nova Catanduva I É Lançada

Neste mês de julho é iniciada a nova etapa do PDST – Plano de Desenvolvimento Sócio-Territorial no bairro Nova Catanduva I. O lançamento ocorreu ontem, quinta-feira, dia 11 de julho, as 9h00, no auditório do Centro Cultural Édie José Frey.
O trabalho possui o intuito principal de dar continuidade à garantia de direitos sociais no quesito pós-ocupação, através do atendimento individual e familiar dos participantes, bem como reuniões educativas e ações na área de conscientização a respeito de diferentes temas do cotidiano.
Conforme dito pela Secretaria Municipal de Assistência Social em nota, o objetivo é promover ações de melhorias das condições de vida das famílias que moram no local, informar, educar e incentivar a conservação do espaço coletivo. “Vamos buscar soluções conjuntas entre o poder público, os moradores e a sociedade civil sobre situações do cotidiano, para que as pessoas tenham melhor qualidade de vida e boa convivência”, ressaltou a secretária de Assistência Social, Neusa da Costa Peres.
As ações que envolvem o PDST serão articuladas com as demais políticas desenvolvidas pelo poder público nas áreas de saúde, educação, trabalho e renda da Cidade Feitiço. Para tanto, foram realizadas reuniões preparatórias envolvendo equipes da Prefeitura.
“O plano é composto por 21 atividades e envolverá visitas domiciliares, fortalecimento de lideranças e assembleias comunitárias. Além disso, haverá plantão social no bairro, as segundas e quartas-feiras, das 16 às 20 horas, com início no dia 15 de julho”, finaliza a nota da Prefeitura.

Cursos
Contando com um calendário de cursos que prometem gerar renda, será ofertado aos moradores, com cerca de 25 vagas cada, qualificações na área de beleza e estética, gourmet, decoração de festa infantil, instalação de ventilador, chapeiro e lancheiro, além do ‘Empreender, Renova e Reciclar’.
Também serão desenvolvidos dois projetos para o público jovem: ‘Pintando o 7’, que é direcionado a crianças de 6 a 11 anos, e o ‘Protagonismo Social Juvenil’, para adolescentes de 12 a 18 anos. As atividades irão se estender até dezembro.
Última etapa
O projeto social do Nova Catanduva contabilizou, em sua etapa anterior, cerca de 400 famílias envolvidas em oficinas socioeducativas e cursos. Cerca de 80 crianças e adolescentes participaram das oficinas de dança, teatro, música e artesanato. Vale lembrar que o projeto é financiado pela Caixa Econômica Federal.

Da Reportagem Local