Cidades

Na Quaresma, Vendas de Peixes Aumentam 50% em Catanduva

Já estamos na quaresma e, neste período, as vendas de peixes aumentam cerca de 50% em Catanduva. Em uma pesquisa realizada pela reportagem de O Regional em peixarias, a informação é a mesma: a quaresma é o Natal para os comerciantes do ramo de peixes. O volume de vendas é ainda maior na Semana Santa.
Em média, o preço pode variar de R$ 13, o quilo da sardinha, à R$ 79, o quilo do filé de salmão ou do filé de abadejo (fresco). Promoções e outras espécies de peixes também são realçadas neste período que incentiva mais ao consumo de carne de peixe.
O proprietário de uma peixaria em Catanduva, Eduardo Figueiredo Neto ressalta em dizer que em 2018 as vendas já atingiram as expectativas e que neste ano, as vendas devem aumentar uns 10% em comparação com a quaresma do ano passado.
“A quaresma é o nosso Natal, as vendas aumentam de 40% a 50% neste período. Mas ainda assim acreditamos que em comparação com a quaresma do ano passado, esse ano será ainda maior uns 10%. Em 2018 foram excelentes nossas vendas. Isso se dá, sem dúvida por causa da quaresma e, também porque os médicos incentivam o consumo da carne que é rica em nutrientes. Os médicos alertam para o aumento de consumo de peixes”, informa Neto.
A Quaresma é o período que antecede a Páscoa, ressurreição de Jesus Cristo. Nos 40 dias, os católicos costumam fazer penitência e deixam de comer carne vermelha ou fazem voto de não comer algum outro alimento.
Dentre a variedade de peixes, os mais procurados são: sardinha, filé de merluza, filé de tilápia, filé de salmão, bacalhau desalgado. As postas de cação, pintado, tucunaré e dourado também têm bastante procura.
“O povo mais antigo guarda a quarta e sexta-feira da Quaresma, ou seja, eles não comem a carne vermelha. Eu todo ano, na quaresma deixo de comer a carne vermelha e substituo pelo pescado. Eu aprendi isso com meus avós e pais e passo isso para meus filhos”, diz a dona de casa Jaqueline Almeida.
A Quaresma teve início no dia 06 de março e vai até o dia 14 de abril. A Semana Santa tem início no dia 15 de março e vai até o sábado, dia 20. A Páscoa será comemorada no dia 21 de abril.
Segundo Sônia Delgado Fernandes, coordenadora da Pastoral da Comunicação da Igreja Católica, os fiéis levam a sério o período quaresmal e deixam de comer carne as quartas-feiras e as sextas-feiras.
“Nesses dias, as quartas e sextas, os fiéis, principalmente os mais velhos, levam muito a sério em não comer a carne vermelha. Tem fiel que prefere até fazer jejum, mas tem que ver as condições de saúde. Porque tem gente que não pode ficar sem comer. E na Semana Santa, permanecem as mesmas orientações, de ficar sem comer a carne na quarta e na sexta. Eu faço jejum e fico sem comer a carne vermelha há anos, mas eu sigo principalmente as recomendações do Papa Francisco que é da caridade estar acima de tudo. Não adianta fazer jejum e falar da vida dos outros”, observa Sônia.
A gerente de uma peixaria Heloísa Machado conta que o preparo do peixe também é super rápido e prático e que as receitas podem variam. “Sem contar que é uma delícia. Uma dica que dou para minhas clientes é com o filé de tilápia. É super rápido, tempero com sal, limão e pimenta dedo de moça. Deixo descansar uns 20 minutos para penetrar o tempero. Depois selo na frigideira. Deixou ficar bem seladinho e faço uma vinagrete (cebola e tomate) coloco por cima e acrescento duas fatias de muçarela ou queijo parmesão ralado e tampo para deixar abafar. A muçarela derrete e o prato fica uma delícia”, ensina Heloísa.

Karla Sibro
Da Reportagem Local